Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Maio 27, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Biblioteca de Ródão leva poesia a mais de 650 pessoas

Carlos Castela

A iniciativa “Poesia, um dia”», organizada pelo segundo ano consecutivo pela Biblioteca Municipal José Baptista Martins de Vila Velha de Ródão, para celebrar o seu aniversário, teve uma enorme adesão. Mais de 650 pessoas de todas as idades tiveram a possibilidade de se relacionar com a obra artística de poetas, artistas plásticos, músicos, atores e editores que, entre os dias 19 e 21 de setembro, estiveram em Vila Velha de Ródão para ajudar a Biblioteca e promover o gosto pela leitura de poesia.

Considerado um género maior da literatura, os livros de poesia não são, contudo, muito lidos pelos frequentadores das bibliotecas públicas.

Eventos como o “Poesia, um dia” pretendem alterar essa situação criando contextos extraordinariamente aprazíveis para desfrutar do texto poético.

Em Ródão, os cenários encontrados para a leitura de poesia e as conversas em torno da mesma foram os mais emblemáticos do seu património histórico e natural.

No rio, de dia e também numa noite de luar, decorreram estimulantes momentos de leitura de poemas que estiveram a cargo dos seus autores, Jaime Rocha, Miguel Manso, Carlos Alberto Machado, Ilda Pires, Silvério Dias, Margarida Vale de Gato, Albano Martins, Gonçalo Salvado, da editora Elsa Ligeiro e de artistas de teatro como Cristina Paiva ou Fernando Ladeira, e também de leitores que quiseram ajudar a propagar o texto poético.

Nas mais de 30 horas de atividades do evento, houve tempo para a formação de novos públicos com a realização de ateliês de escrita, de leitura e de expressão plástica ou para adquirir livros de poesia a preços muito baixos. Houve ainda tempo para as crianças ficarem a conhecer Fernando Pessoa pela mão da Associação Artística Andante e do seu espetáculo AAfinal o caracol” ou para ouvir o poeta António Salvado falar, com enorme sabedoria, sobre religião e poesia.

Durante o evento, foi ainda visionado, em primeira mão, o filme “Bibliografia”, realizado pelo poeta Miguel Manso com o seu irmão.

Os participantes puderam também assistir, no miradouro do Almourão, a um extraordinária leitura encenada da peça de Jaime Rocha “O regresso de Ortov”, pelo grupo de teatro do CDRC de Vila Velha de Ródão.

Finalmente, houve ainda quem tivesse desfrutado de uma viagem de comboio Lisboa-Ródão com leitura de poesia personalizada feita pelo ator Paulo Lages.

Ler e ouvir poesia tornou-se um hábito durante três dias em Vila Velha de Ródão.

 

Comentar