Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 23, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Abrantes expõe retrospetiva de Maria Lucília Moita

José Lagiosa

No quARTel – Galeria Municipal de Arte de Abrantes está patente, até 20 de março, a exposição “Maria Lucília Moita. 1928-2011” anunciou, a autarquia.

Segundo comunicado da edilidade abrantina, “trata-se de uma mostra significativa, com apresentação de todas as fases do seu percurso artístico, do núcleo de obras legado pela própria, em vida, ao município de Abrantes”.

“Estas obras fazem parte da coleção a integrar futuramente um espaço museológico. Foi com o apoio do filho [da artista], Miguel Simão, que tão intimamente conhece a sua produção pictórica e as várias fases que a representam, que é possível, pela primeira vez na Galeria quartel, reunir o maior número de obras já apresentadas em Abrantes, com simultâneas referências à sua obra poética”, lê-se no mesmo documento.

Maria Lucília Moita nasceu em Alcanena, em 1928, e morreu em Abrantes, em 2011. De 1944 a 1946, estudou com o pintor João Reis. Depois da primeira exposição individual na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa, em 1958, “marcada pela pintura do seu mestre e dos pintores naturalistas, Silva Porto, Henrique Pousão, da coleção Dr. Anastácio Gonçalves, que era da sua família”, começou um percurso e “só nos anos 1980 afirmou a sua ‘escrita’ muito pessoal, sempre com o carvão e o óleo como processos”.

*Com Lusa

 

 

 

Comentar