Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Autoridades encontram corpo de jovem em zona de banhos termais de Ourense

Autoridades encontram corpo de jovem em zona de banhos termais de Ourense
Carlos Castela

As autoridades espanholas encontraram hoje, numa zona de banhos termais de Ourense, o corpo de uma mulher, estando ainda por confirmar se será o da jovem portuguesa de Castelo Branco desaparecida naquela localidade no início da semana.

Em declarações à Lusa, fonte policial espanhola revelou que o corpo “de uma mulher” encontrado hoje no rio Minho “pode ser” o da estudante portuguesa de 21 anos que estava a residir na cidade espanhola de Ourense (Vigo, Galiza), dada como desaparecida desde segunda-feira, mas até ao momento ainda não foi feito o reconhecimento do corpo.

O cadáver foi localizado “na mesma zona” onde a jovem desapareceu, numa área de “banhos termais de Ourense”, acrescentou a mesma fonte.

A mãe da estudante disse na sexta-feira à Lusa que Sandra Marques estava desaparecida desde 16 de fevereiro à noite, data em que os pais a contactaram pela última vez.

“Disse-nos que ia jantar a casa de uma colega e que depois falávamos. A partir daí, não sabemos de mais nada”, afirmou a mãe da jovem, Maria Marques.

Fonte oficial da Polícia Nacional espanhola em Ourense confirmou à agência Lusa que decorre desde segunda-feira uma investigação ao desaparecimento de uma jovem portuguesa, da qual se escusou a confirmar o nome.

Questionada sobre as circunstâncias do desaparecimento, a mesma fonte disse que “todas as linhas de investigação estão em aberto”.

“Nada está determinado. Uma vez que se trata de uma pessoa maior de idade, temos de perceber melhor o contexto no qual esta pessoa deixou de estar contactável”, disse a fonte.

A mãe da estudante portuguesa explicou ainda que Sandra Marques estava “um pouco desanimada” e que “queria desistir do estágio” que se encontrava a realizar no âmbito do programa Erasmus, numa fundação espanhola.

A jovem portuguesa estava a viver em Ourense numa casa que partilhava com mais três jovens estudantes espanholas e o regresso a Portugal estava previsto para o dia 25 de março, quando terminava o estágio do Erasmus.

Sandra Marques tinha concluído a licenciatura em Serviço Social na Escola Superior de Educação (ESE) de Castelo Branco em 2014 e encontrava-se a realizar um estágio Erasmus de seis meses em Ourense.

Uma prima de Sandra Marques, Ema Miguel, disse também à Lusa que o Instituto Politécnico de Castelo Branco enviou um psicólogo para Ourense para acompanhar os pais e o irmão.

* Com Lusa

Comentar