Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Chaves ganha ao Covilhã no último minuto e assume liderança da II Liga

Chaves ganha ao Covilhã no último minuto e assume liderança da II Liga
José Lagiosa

Desportivo de Chaves 1 – Sporting da Covilhã 0

O Desportivo de Chaves ganhou hoje em casa ao Sporting da Covilhã por 1-0, com uma grande penalidade no último minuto do jogo, e assumiu a liderança da II Liga portuguesa de futebol à 29.ª jornada.

Numa altura em que o nulo parecia ser inevitável, uma grande penalidade no último minuto de descontos (90+4), convertida por Raphael Guzzo, permitiu à formação de Trás-os-Montes conquistar os três pontos e destacar-se na liderança.

Os flavienses beneficiaram ainda do empate 0-0 registado entre o Tondela e a Oliveirense, chegando aos 53 pontos, mais dois do que os tondelenses e o Freamunde, que repartem o segundo posto.

As equipas proporcionaram uma primeira parte fraca, arrastada, sem agressividade, intensidade e motivos de interesse para os adeptos, não conseguindo criar uma única situação de perigo.

No reatamento, a equipa de Trás-os-Montes entrou mais acutilante e, aos 57 minutos, criou a primeira oportunidade de golo por Patrão que, sozinho, cabeceou ao lado, após passe de Arnold.

O Desportivo de Chaves assumiu as `despesas´ do jogo, enquanto os comandados de Francisco Chaló se limitavam a segurar o nulo no marcador.

A dez minutos do final, Stéfanovic fez uma grande defesa perante um cabeceamento de Edgar e evitou o golo, naquela que foi a primeira aproximação do Covilhã à baliza adversária.

Chaves

No período de compensação, uma falta de Tiago Moreira sobre João Vieira deu ao Desportivo de Chaves uma grande penalidade e Raphael Guzzo, chamado à conversão, não a desperdiçou.

O encontro terminaria com o Covilhã reduzido a nove jogadores, depois da expulsão de Tiago Moreira, por acumulação de cartões amarelos, e de Edgar, por vermelho direto, depois de protestar a decisão do árbitro.

O tempo de compensação foi de 12 minutos, muito por força do que se passou com a marcação da grande penalidade.

Jogo no Estádio Municipal Eng. Manuel Branco Teixeira, em Chaves.

Desportivo de Chaves – Sporting da Covilhã, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, Raphael Guzzo, 90+4 (grande penalidade).

Equipas:

– Desportivo de Chaves: Stéfanovic, João Góis, Ícaro, Miguel Ângelo, João Vicente, Ericson, Patrão (Raphael Guzzo, 58), Tarcísio, João Reis (João Vieira, 46), Arnold e Luís Pinto (Hugo Santos, 61).

(Suplentes: Paulo Ribeiro, Raphael Guzzo, Hugo Santos, João Vieira, Stéphane Madeira, Gustavo Souza e Sagna).

Treinador: Carlos Pinto.

– Sporting da Covilhã: Taborda, Tiago Moreira, Edgar, Diogo Coelho, Soares, Djikine, Gilberto (Carlos Manuel, 73), Zé Tiago (Vítor Massaia, 87), Traquina, Erivelto (Bilel, 78) e Kizito.

(Suplentes: Igor, Vítor Massaia, Nana K., Carlos Manuel, Adriano, Bilel e Samuel).

Treinador: Francisco Chaló.

Árbitro: André Moreira (Leiria).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Tiago Moreira (03 e 90+3), Tarcísio (05), João Góis (17), Patrão (51), Djikine (63), Traquina (86), Diogo Coelho (89), Soares (90+1) e Stéfanovic (90+4). Cartão vermelho, por acumulação, para Tiago Moreira (90+3) e vermelho direto para Edgar (90+4).

Assistência: 1.797 espetadores.

*Com Lusa

 

 

Comentar