Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Penalti inexistente empata equipa encarnada

José Lagiosa

CAMPEONATO NACIONAL SENIORES – FASE SUBIDA

Benfica e Castelo Branco 1 – Caldas SC 1

Um penalti inventado pelo árbitro aos 90 minutos estraga uma boa arbitragem até aí e inviabiliza a vitória dos albicastrenses, apesar de terem efectuado uma exibição menos conseguida no Vale do Romeiro, em Castelo Branco.

Quando todo o público aguardava já a indicação do tempo de descontos, surgiu o caso do jogo que possibilitou o empate ao Caldas e retira dois preciosos pontos aos encarnados nesta fase de subida do Campeonato Nacional de Seniores.

O Benfica e Castelo Branco, entrou melhor no jogo, embora os visitantes sempre mostraram que vieram jogar para um resultado positivo na sua deslocação a terra beirã.

A partir do quarto de hora, no entanto, os albicastrenses começaram a impor o seu ritmo de jogo, apesar da exibição se ter pautado abaixo do que é habitual para a equipa, principalmente nos jogos caseiros, o que levou a falhas no capítulo da concretização, o que se traduziu no nulo verificado ao intervalo.

No segundo tempo a equipa encarnada continuou superior e acabou por marcar aos 70 minutos por intermédio de Marocas, já depois de Chileno ter sido expulso, por acumulação de amarelos, numa jogada onde a falta era perfeitamente desnecessária.

Os encarnados, só não aumentaram a vantagem, por inépcia dos seus jogadores, hoje a demonstrarem menor grau de concentração, o que permitiu a reacção dos jogadores visitantes.

E foi já em cima dos 90 minutos que o senhor Renato Gonçalves, resolveu ver o que não existiu e assinalou uma grande penalidade por suposta falta que não existiu, pois o jogador caldense saltou e caiu sem intervenção de qualquer jogador encarnado.

Patrício encarregue de marcar o castigo máximo, não perdoou, empatando a partida.

Na próxima jornada o Benfica e Castelo Branco recebe no Vale do Romeiro a equipa do Louletano.

Estádio Municipal de Castelo Branco

Árbitro: Renato Gonçalves

Auxiliares: Rui Fernandes e Paulo Brás (AF Guarda)

Benfica CB: Hidalgo, Tomé (72, Carlos André), Tomás (81, Samba), Chileno, Ragner (90, Telmo), Job, Fábio Marinheiro, Fábio Santos, Marocas, Dani Matos e João Rui.

Treinador: Ricardo António

Marcador: Marocas (70)

Cartão amarelo: Tomé (35), Chileno (44), Hidalgo (89) e Job (90)

Cartão vermelho: Chinelo (57), acumulação de amarelos

Caldas SC: Luís Paulo, Ronny, Militão, Esgaio, Juvenal (71, Coça), Sabino, Inácio (80, Tiago Lopes), Danny, Rodrigues, André Santos e Patrício.

Treinador: Luís Brás

Marcador: Patrício (90, gp)

Cartão amarelo: Militão (33) e Danny (90+1).

 

 

Comentar