Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 1, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Vitória do outro lado do Mundo e Montanha para Rei Guama

José Lagiosa

volta-ao-alentejo-2015

James Oram venceu esta quarta-feira, 25 de março, a etapa inaugural da 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros que ligou Portalegre a Castelo de Vide numa distância de 143,7 quilómetros.

O corredor, campeão neozelandês de contrarrelógio, ganhou vantagem nos últimos metros da reta da meta e é o primeiro Camisola Amarela Liberty Seguros, anuncia a organização em comunicado.

James Oram, do Team Axeon, mostrou-se visivelmente satisfeito pela vitória alcançada no Alentejo, num dia especialmente complicado: “Não me senti bem praticamente durante toda a etapa, estive quase sempre na cauda do pelotão, mas tenho uma equipa extraordinária que me esteve sempre a ajudar.”

No último ano como sub 23, James Oram sabe que não tem a vida facilitada em Portugal: “A vantagem que consegui é muito curta para manter a Camisola Amarela, mas vamos estudar o percurso e tomar as melhores decisões para a equipa”, concluiu o jovem de 21 anos.

Para completar os 143,7km da tirada, o vencedor gastou 3 horas e 42 minutos ficando à frente do colega de equipa, o português Ruben Guerreiro, e Delio Fernandez da W52 – Quinta da Lixa, cronometrados num primeiro grupo de cerca de 40 corredores todos com o mesmo tempo.

Com as bonificações de chegada James Oram fica com 4 segundos de vantagem.

Para além do símbolo maior da “Alentejana”, a Camisola Amarela Liberty Seguros, James Oram acumulou no primeiro dia a vitória por pontos traduzida na Camisola Verde Crédito Agrícola e a Camisola Branca RTP símbolo da juventude. o equatoriano Bayron Guama, Rei da Montanha da Alentejana em 2014 começou em grande ao vencer os dois Prémios de Montanha do dia e enverga agora com vantagem a Camisola Castanha Delta Cafés, destinada ao melhor trepador.

A Av. da Liberdade, em Portalegre, recebeu os primeiros momentos da sempre aguardada “Alentejana”.

O frio e vento estiveram presentes nesta manhã de quarta-feira, e também muitos amantes das duas rodas que viram alinhar 179 corredores, em representação de 23 equipas, entre elas 12 formações nacionais.

Destaque para três homens que logo aos três quilómetros quiserem deixar marca na história da primeira tirada da 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros.

Oscar Landa do Team Coop – Oster Hus, Sjoerd Kouwenhoven da Metec-TKH Continental Team e Jose Ragonessi  da equipa do Ecuador rolaram juntos durante 80KM.

Landa dominou as três Metas Volante do dia, Ragonessi e Kouwenhoven dividiram as restantes posições com vantagem para o corredor do Equador.

O trio alcançou uma vantagem máxima de quase 4 minutos, para um pelotão comandado, primeiro, pela LA Alumínios/Antarte a quem se juntou numa segunda fase a também portuguesa W52/Quinta da Lixa.

A aventura do trio terminou quando a formação espanhola MuriasTaldea pegou na corrida ao quilómetro 85, quando o pelotão já começava a pensar nos dois Prémios de Montanha que tiveram como único vencedor o equatoriano Bayron Guama (ECcuador), Rei da Montanha da Alentejana em 2014.

01etapa_VencedoresCamisolas

James Oram de amarelo e Bayron Guama, Rei da Montanha

 

Conhecida a primeira Camisola Amarela Liberty Seguros, a pitoresca e medieval vila de Castelo de Vide será novamente cenário da Volta ao Alentejo mas, desta vez, na partida da segunda etapa.

A caravana concentra-se a partir das 10h45 na Praça D. Pedro V.

O tiro de partida vai ouvir-se pouco depois do meio-dia (12h05) e pela frente os corredores terão 152,5 quilómetros com Metas Volantes em Nisa ao quilómetro 25,5, Ponte de Sôr, quando estiverem corridos 77,3 km e Avis já com 106,1 km nas pernas.

O fim da etapa, por volta das 16 horas, vai acontecer no Terreiro da Misericórdia, em Mora, município da bacia hidrográfica do Tejo.

Comentar