Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 10, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Atlético bate Covilhã e volta a vencer em casa dois meses depois

Atlético bate Covilhã e volta a vencer em casa dois meses depois
José Lagiosa

Atlético 2 – Sporting da Covilhã 1

O Atlético voltou hoje às vitórias na Tapadinha, depois de mais de dois meses sem triunfar em casa, vencendo o ‘candidato’ Sporting da Covilhã por 2-1, em jogo da 37.ª jornada da II Liga.

A formação de Lisboa já não vencia para o campeonato há oito jornadas, desde a 29.ª, quando bateu em fevereiro no Estádio do Fontelo o Académico de Viseu por 2-0, sendo que no seu reduto o último triunfo já remontava a janeiro, quando na 23.ª ronda bateu o Olhanense por 3-2.

Com este resultado, o Atlético soma agora 35 pontos, mantendo-se nos lugares de descida com os mesmos do Marítimo B, enquanto o Sporting da Covilhã perdeu terreno para o líder do campeonato, o Chaves, que tem 67 pontos, mais sete do que os serranos.

O Sporting da Covilhã entrou melhor no encontro, galvanizado com os cerca de 400 adeptos que viajaram até Lisboa para apoiar os serranos, dispondo das únicas ocasiões para marcar no primeiro tempo, perante um Atlético que não conseguia atacar.

Francisco Chaló

Francisco Chaló

Em dois minutos, a formação de Francisco Chaló podia ter inaugurado o marcador, mas Traquina, aos 10 minutos, não conseguiu desviar na pequena área um bom cruzamento de Tiago Moreira, e Erivelto, no minuto seguinte, depois de jogada individual na esquerda, rematou ao lado da baliza de Igors Labuts.

O Atlético, comandado interinamente por Carlos Pereira, treinador de guarda-redes, até tinha mais posse de bola, mas nunca conseguiu construir jogadas com princípio meio e fim e só aos 35 minutos fez o primeiro remate, com Jorge Gonçalves a cabecear ao lado da baliza do guarda-redes Taborda, autêntico espetador na primeira parte.

Na etapa complementar, os serranos entraram a ‘todo o gás’ e, logo aos 47 minutos, Bilel rematou forte à entrada da área, mas viu o defesa do Atlético Gregory desviar a bola para canto, negando o golo aos serranos.

Após esse lance, o Atlético conseguiu equilibrar o encontro e chegou ao 1-0 num grande golo de Ibrahim. De livre direto, a cerca de 25 metros da baliza, e com um pontapé indefensável, colocou a bola no ângulo superior direito da baliza de Taborda, aos 69.

Os alcantarenses animaram e ampliaram a contagem por intermédio do extremo Palácios, que percorreu mais de meio campo com a bola controlada, passou por vários adversários e, já dentro da grande área, rematou rasteiro, de forma certeira, aos 80.

Após o segundo golo da casa, os serranos reagiram de imediato e reduziram a desvantagem aos 82 minutos, num livre direto batido de forma certeira por Traquina.

Até final, o Sporting da Covilhã tentou de todas as maneiras chegar ao golo, mas a organização defensiva do Atlético anulou as iniciativas dos serranos.

 

Jogo realizado no Estádio da Tapadinha, em Lisboa.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: 1-0, Ibrahim, 69 minutos; 2-0, Palácios,80; 2-1, Traquina,82.

Equipas:

– Atlético: Igors Labuts, Leandro Albano,Gregory, Mbemba, Pedro Almeida, Ibrahim, Kiki (Jota, 63), Silas, Jorge Gonçalves (Palácios, 66), Dady (Roberto, 82) e Bata.

(Suplentes: Meira, Tiago Duque, Palácios, Roberto, Thomas, Amit e Jota).

Treinador: Carlos Pereira.

– Sporting da Covilhã: Taborda, Tiago Moreira, Diogo Coelho, Edgar, Agostinho Soares (Adriano, 82), Djikine, Zé Tiago (Kizito, 55), Gilberto (Carlos Manuel, 70),Traquina, Erivelto e Billel.

(Suplentes: Igor, Vitor Massaia, Carlos Manuel, Joel, Adriano, Kizito e Flávio).

Treinador: Francisco Chaló.

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bata (15), Ibrahim (26), Mbemba (36), Gregory (38), Zé Tiago (40), Agostinho Soares (46) e Carlos Manuel (90+3).

Assistência: cerca de 600 espetadores.

*Com Lusa

 

Comentar