Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 22, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Centro de Ciência Viva de Proença-a-Nova já recebeu investimento de 800 mil euros

Carlos Castela

O presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Paulo Catarino, disse hoje à agência Lusa que nos últimos quatro anos foram investidos 800 mil euros no Centro de Ciência Viva da Floresta (CCVF).

“Nos últimos quatro anos foram realizados investimentos no CCVF de Proença-a-Nova, apoiados por financiamento comunitário, no valor de 800 mil euros”, afirmou o autarca.

João Paulo Catarino disse ainda que, neste momento, o município de Proença-a-Nova está “atento” e a preparar novos conteúdos e programação para o CCVF.

“A nossa preocupação passa pela constante modernização do centro, pois queremos mantê-lo como uma referência a nível regional e nacional”, adiantou.

Inaugurado em 2007 pelo então ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago, este projeto resultou de um desafio lançado pela Ciência Viva – Agência nacional para a Cultura Científica e Tecnológica à Câmara de Proença-a-Nova.

Situado na zona do Pinhal Interior Sul, no distrito de Castelo Branco, o centro tem como tema principal a floresta, dada a densidade florestal do concelho de Proença-a-Nova, 80,7% correspondente a uma área de 319,2 quilómetros quadrados.

O CCVF contempla um programa de experiências interativas e conta com o apoio de uma mediateca, auditório, laboratório e espaços expositivos quer no interior quer no exterior.

Este equipamento assumiu-se como um dos principais polos de atração do concelho e, desde a sua abertura, já recebeu mais de 100 mil visitantes.

*Com Lusa

Comentar