Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 19, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Investigador faz síntese científica para surfistas sobre ondas da Nazaré

José Lagiosa

Um investigador elaborou uma síntese científica sobre o mar da Nazaré e suas ondas gigantes para o recordista mundial de surf Garrett McNamara, que também pode ser usada por outros surfistas, anunciou a Universidade de Coimbra (UC).

O especialista do Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC Pedro Proença Cunha elaborou para o recordista mundial de surf Garrett McNamara “uma síntese científica sobre a zona marinha da Nazaré e as suas ondas gigantes”, revela uma nota da UC hoje divulgada.

O projeto surgiu na sequência da visita de McNamara à UC, em outubro de 2014, durante a qual o surfista “confidenciou que gostaria de saber mais sobre as ondas que o celebrizaram e que projetaram a Nazaré para o mundo”, adianta a mesma nota.

A Reitoria da UC registou o desejo de McNamara e, “em articulação com o centro de investigação MARE [Centro de Ciências do Mar e do Ambiente], desafiou o especialista Pedro Proença da Cunha a realizar um trabalho científico” sobre as ondas gigantes da Nazaré.

Na síntese científica, que já foi entregue ao campeão de surf, o autor detém-se, designadamente, sobre as razões que fazem com que as ondas da Nazaré sejam únicas, “as particularidades e a evolução da costa da Nazaré, bem como os perigos a evitar durante a prática de surf”.

O trabalho “aborda a zona costeira da Nazaré e zona marinha adjacente, em particular o canhão submarino responsável pela génese das ondas gigantes, sumariando e organizando a informação disponível, de modo a que possa ser usada por um amplo público”, afirma Pedro Proença Cunha.

A informação contida no documento “pode ser bastante útil para turistas não familiarizados com a região (nomeadamente os envolvidos na prática do surf) a entenderem o peculiar enquadramento da Nazaré e a espectável agitação marítima”, adianta o especialista.

“É possível prever as ondas perfeitas e é explicado o mecanismo de formação das ondas gigantes”, exemplifica Pedro Proença Cunha.

Em relação à caracterização física, principalmente focalizada na geomorfologia e na dinâmica costeira, o documento baseia-se na bibliografia existente, mas apresenta também novos dados sobre a evolução da linha de costa ao longo das últimas décadas, sublinha a UC.

O trabalho, que também envolveu a investigadora Margarida Porto Gouveia, está disponível em http://issuu.com/designcorner/docs/the_nazare_coast_and_canyon.

*Com Lusa

Comentar