Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Albicastrenses voltam a falhar em casa e subida é uma miragem

Albicastrenses voltam a falhar em casa e subida é uma miragem
José Lagiosa

Benfica e Castelo Branco 1 – Operário 2

O Benfica e Castelo Branco, voltou a entregar os três pontos em disputa ao seu adversário, o Operário dos Açores, ao perder por 1-2 e vê a subida fugir-lhe cada vez mais.

Ao intervalo ninguém diria que os encarnados, venciam por 1-0, terminariam este jogo derrotados, já que dominou totalmente a equipa visitante.

A equipa albicastrense jogou um futebol de classe. Com laces vistosos, bem trabalhados e por isso não estranhou o avanço no marcador aos 25 minutos por intermédio de Telmo.

Na segunda parte tudo seria diferente.

A equipa açoriana entrou em campo com outra disposição, alterando a sua postura tática no terreno de jogo com intenções nítidas de fazer a reviravolta do resultado.

E foi isso que aconteceu.

Aos 71 minutos, Camará empatou o jogo, com um remate certeiro e de belo efeito.

Os visitantes puxaram dos galões de líderes da série de subida, zona sul, e partiram definitivamente à procura do segundo golo que solidificava a liderança e deixava os donos da casa em má situação, na hipótese de aspirarem, ainda, à tão almejada subida.

E se o pensaram, melhor o fizeram, com Stebh a alcançar o golo, aos 80 minutos.

Os últimos dez minutos de jogo foram dramáticos para os albicastrenses, na procura inglória do tento que garantia o empate, menos mau, apesar de tudo, e que seria o resultado mais justo.

Até final, estão ainda em disputa nove pontos, nas três jornadas que faltam para concluir esta fase, mas com a diferença pontual existente para os dois primeiros classificados, só um milagre poderá fazer com que o Benfica e Castelo Branco, consiga atingir um desses dois lugares.

Arbitragem aceitável apesar de alguns erros que não influenciaram o resultado.
Estádio Municipal de Castelo Branco
Árbitro: João Laranjeira (AF Coimbra)
Benfica CB: Hidalgo, André Cunha, Chileno, Ragner, Job (76, Tiago Pereira), Fábio Marinheiro, Fábio Santos, Marocas, Telmo, Dani Matos e João Rui.
Treinador: Ricardo António
Marcador: Telmo (25)
Cartão amarelo: João Rui

(32), André Cunha (79) e Fábio Marinheiro (87)
Operário: Botelho, Weliton, Cristiano, Angelo, João Peixoto, Abdú (45, Parreira), Dani, Xexe (90+3, Nelo), Hélder Arruda (63, Queirós), Camará e Stebh.
Treinador: André Branquinho
Marcadores: Camará (79) e Stebh (80)
Cartão amarelo: Abdú (30), Xexe (41), Cristiano (68) e Stebh (81)
Ricardo António (67) recebeu ordem de expulsão

 

Comentar