Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Feridos no acidente em Salamanca “em estado grave, mas estável”

Feridos no acidente em Salamanca “em estado grave, mas estável”
José Lagiosa

Os três portugueses que ficaram feridos com gravidade num choque frontal perto de Salamanca na madrugada de segunda-feira continuam internados “em estado grave, mas estável”, disse hoje à agência Lusa uma fonte hospitalar.

O acidente, ao quilómetro 350 da Autoestrada de Castilla, a cinco quilómetros da fronteira com Portugal (entrada por Vilar Formoso), vitimou mortalmente duas mulheres portuguesas, de 68 e 30 anos, e deixou outros três portugueses (uma mulher e dois homens) gravemente feridos.

Os três feridos foram internados no Hospital Clínico e no Hospital Virgen de la Veja do Complexo Assistencial de Salamanca, onde cerca das 11:30 (hora de Lisboa) de hoje ainda permaneciam “internados em estado grave, mas estável”, disse à agência Lusa uma fonte daquela unidade.

A mesma fonte escusou-se a dar mais informações, referindo apenas que os três feridos vão ser submetidos a uma reavaliação do seu estado de saúde ainda hoje.

Os cinco acidentados viajavam num automóvel de matrícula portuguesa, alegadamente em turismo.

O acidente ocorreu ao início da madrugada de segunda-feira, quando o carro em que seguiam chocou de frente com um camião (conduzido igualmente por um português) perto de Fuentes de Onoro, num local em que se acaba a autoestrada e se inicia a estrada N-620.

As vítimas mortais da colisão frontal são duas mulheres naturais da Sertã e de Macieira da Lixa, Felgueiras, disseram à Lusa fontes da GNR.

Os três feridos são o condutor do ligeiro, um homem de 37 anos residente na Sertã, outro homem de 32 anos e a sua irmã, de 29 anos, também naturais da Sertã.

O português que conduzia o veículo pesado, um homem com 32 anos residente no Carregado, Alenquer, sofreu ferimentos ligeiros.

*Com Lusa

Comentar