Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Presidente da Confederação do Turismo promete mandato ativo em prol do setor

Presidente da Confederação do Turismo promete mandato ativo em prol do setor
José Lagiosa

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), Francisco Calheiros, hoje empossado para um novo mandato, prometeu tempos ativos na defesa do setor que nos últimos tempos “tudo deu e pouco exigiu”.

“A CTP que hoje se renova não pode exigir o que é do turismo de direito. Se querem que continuemos a equilibrar a balança comercial e a criar emprego líquido, ouçam e deixem-nos trabalhar”, declarou Francisco Calheiros.

O responsável falava num hotel em Lisboa na tomada de posse da sua direção, e dirigia-se a uma plateia composta por vários membros do Governo, deputados, o presidente da Câmara de Lisboa, e personalidades de entidades públicas e privadas ligadas na sua maioria ao setor do Turismo.

O futuro da TAP e o IVA da restauração são questões que a CTP quer manter em cima da mesa nos próximos tempos, nomeadamente após as eleições legislativas deste ano.

Francisco Calheiros elogiou os empresários do Turismo, “verdadeiros heróis na defesa” de um setor que cada vez mais tem um “grande impacto na economia nacional”, mas advertiu que o bom desempenho a nível macro “não tem igual correspondência com a melhoria de condições das empresas de turismo”.

A nova direção da CTP, hoje empossada, é presidida por Francisco Calheiros e tem seis vice-presidentes: Elidérico Viegas, da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Luís Correia da Silva, da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Carlos Moura, da Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Jorge Armindo Teixeira, da Associação Portuguesa de Casinos (APC), Rodrigo Pinto de Barros, da Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT) e Vítor Costa, da Associação Turismo de Lisboa (ATL).

A entidade tem também seis vogais: Jorge Ponce de Leão, da ANA – Aeroportos de Portugal, Diogo Gaspar Ferreira, do Conselho Nacional da Indústria do Golfe (CNIG), António Loureiro, da Galileo Portugal, Frederico Costa, do Grupo Visabeira, Manuel Proença, da Hoti Hotéis SGPS, e Luiz da Gama Mór, da TAP.

*Com Lusa

 

Comentar