Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Castelo Branco assinala 500 anos da morte de João Roiz com escultura e conferências

Castelo Branco assinala 500 anos da morte de João Roiz com escultura e conferências
José Lagiosa

A Câmara de Castelo Branco anunciou hoje ir assinalar os 500 anos da morte do poeta João Roiz com a edificação de uma escultura, o lançamento de uma medalha comemorativa e um ciclo de conferências.

“Todos vamos ficar orgulhosos com o programa que pretende reforçar João Roiz como uma referência de Castelo Branco”, afirmou o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia.

O autarca, que falava durante uma conferência de imprensa de apresentação do programa das comemorações dos 500 anos da morte do poeta João Roiz, adiantou que foi criada uma comissão para o efeito, liderada pelo poeta e escritor António Salvado.

O programa comemorativo inicia-se na quarta-feira, com a conferência João Roiz de Castelo Branco, poeta do Cancioneiro Geral de Resende – traços tradicionais e segmentos originais da sua poesia, na biblioteca de Castelo Branco, cujo palestrante será António Salvado.

O ciclo de conferências continua a 08 de julho, com uma nova palestra proferida por António Salvado, tem depois um interregno no mês de agosto e regressa a 16 de setembro.

As conferências vão ser sempre acompanhadas com recitais de poesia.

O programa, que se estende até janeiro de 2016, inclui ainda a reedição de Ensaios sobre João Roiz, de Manuel da Silva Castelo Branco e de Lopes Dias.

Durante o mês de setembro, vai estar patente ao público no antigo edifício dos CTT uma exposição fotográfica sobre a vida e ambiência de João Roiz em Castelo Branco e em outras localidades como Lisboa, Guarda ou Alcácer-Ceguer (norte de África).

Para o mês de dezembro, estão previstos três concertos musicais, sendo um deles de música antiga, da autoria dos Sete Lágrimas, cuja data está ainda por confirmar.

A 12 de dezembro, decorre o concerto de estreia de obras a partir de João Roiz, com o João Roiz Ensemble.

O ciclo comemorativo dos 500 anos da morte de João Roiz contempla ainda dramatizações a partir de poemas do poeta e a elaboração de quadro falados.

*Com Lusa

 

Comentar