Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 19, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Gustavo Veloso tem hoje a prova de fogo na Torre

Gustavo Veloso tem hoje a prova de fogo na Torre
José Lagiosa

O ciclista espanhol Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa) enfrenta hoje de amarelo a etapa rainha da 77.ª Volta a Portugal, que marca o regresso da vertente Covilhã-Penhas da Saúde à subida à Torre, na Serra da Estrela.

Veloso, o defensor do título, e os restantes 113 corredores partem de Condeixa-a-Nova, em Coimbra, às 12:15 horas para os decisivos 171,3 quilómetros da sétima etapa, que termina no ponto mais alto de Portugal Continental, a Torre (Seia), cerca das 17:30.

Na classificação geral, o espanhol tem 21 segundos de diferença para o colega e compatriota Delio Fernández e 51 para o português Jóni Brandão (Efapel), com o vencedor de 2013, o também galego Alejandro Marque (Efapel), a ocupar a quinta posição, a 01.12 minutos.

O pelotão começa a subir na contagem de quarta categoria, em Senhora da Candosa, ao quilómetro 35,4, continuando depois até às metas volantes de Góis (44,4) e de Avô (79,8).

Ao quilómetro 112,5, o Alto de Teixeira, de segunda categoria, é a última dificuldade antes da longa ascensão à Torre, que começa imediatamente a seguir à passagem pela meta volante da Covilhã (151,5).

O maior teste à liderança do ciclista galego da W52-Quinta da Lixa chegará na subida de 19,7 quilómetros ao ponto mais alto do continente (1.993 metros), que será feita pela lado mais duro, as Penhas da Saúde, com uma inclinação média de 6,6%.

O desfecho da sétima etapa conhece-se por volta das 17:30, com a organização a prever que os ciclistas demorem 40 minutos na escalada, que termina numa contagem de categoria especial, a única desta edição.

*Com Lusa

 

Comentar