Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Vila Nova de Paiva a exceção onde 70% dos alunos são rapazes

Vila Nova de Paiva a exceção onde 70% dos alunos são rapazes
José Lagiosa

As raparigas são a maioria nas escolas portuguesas, com destaque para Vila Nova de Paiva, onde quase 70% dos alunos do município são do sexo feminino, uma realidade só contrariada em oito autarquias onde há mais rapazes.

Os dados constam da base de dados do “Portal Infoescolas”, elaborada pelos serviços do Ministério da Educação e Ciência (MEC), que a partir de hoje estão disponíveis no site http://infoescolas.mec.pt.

Com base nos 190.127 alunos matriculados nas escolas em cursos científico-humanísticos no ano letivo 2012/13, Vila Nova de Paiva surge como o distrito onde a diferença entre rapazes e raparigas é a mais gritante: dos 235 alunos inscritos no ensino secundário, apenas 32% são rapazes.

A média nacional dos cursos científico-humanísticos é de 45% de rapazes para 55% de raparigas e em apenas oito municípios do país os rapazes são maioria.

Estarreja é o que apresenta maior predominação de rapazes (59%), seguindo-se Benavente (58%) e Nisa, Macedo de Cavaleiros e Covilhã (os três com 53%).

Lagos (52%), Reguengos de Monsaraz e Vila de Rei (51% do sexo masculino) são as zonas do país onde as turmas têm mais rapazes do que raparigas.

O equilíbrio encontra-se em Valongo e na Golegã, onde as percentagens são de 50% para cada lado.

*Com Lusa

Comentar