Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 25, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Centros Municipais de Proteção Civil da Beira Interior remodelados e equipados

José Lagiosa

A Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB) anunciou hoje a conclusão de investimentos no valor de dois milhões de euros nos 13 Centros Municipais de Emergência e Proteção Civil das autarquias abrangidas, que vão melhorar a operacionalidade.

Segundo uma nota da AMCB presidida por José Manuel Biscaia, que também preside à Câmara Municipal de Manteigas, foi concluída a entrega de equipamentos para os Centros Municipais de Emergência e Proteção Civil de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

O plano foi concretizado pela “necessidade de operacionalizar os serviços municipais de proteção civil dos municípios associados”, justifica a fonte.

O presidente da AMCB, citado no documento, refere que o projeto permitiu a construção e, em alguns casos, a remodelação dos edifícios dos Centros Municipais de Emergência e Proteção Civil, bem como a aquisição de mobiliário de escritório para as salas de operações, de reuniões e dos comandantes.

Foi ainda feita a aquisição de equipamento informático, de maquinaria técnica específica, de equipamento GPS de Precisão Centimétrica para Execução de Cartografia Numérica Vetorial às escalas 1:10.000 e 1:2.000 e Ortofotocartografia à escala 1:2.000 e o desenvolvimento de um Sistema Integrado de Gestão de Emergências e Logística.

A fonte adianta que o projeto também contempla a criação de uma Rede de Monitorização Ambiental, auxiliada por 13 estações de Monitorização Climatológica, que disponibilizará informação em tempo real.

O investimento total, no valor de cerca de dois milhões de euros, foi realizado no âmbito do projeto ProteCMun – Prevenção e Gestão de Riscos Naturais e Tecnológicos nos Municípios da AMCB, cofinanciado pelo MaisCentro/POVT – Programa Operacional Temático Valorização do Território.

O presidente da AMCB salienta a importância da concretização deste projeto referindo que “em situação de acidente grave ou catástrofe, e no caso de perigo de ocorrência destes fenómenos, são desencadeadas operações municipais de proteção civil, de harmonia com o plano municipal de emergência, previamente elaborado, com vista a possibilitar a unidade de direção das ações a desenvolver a coordenação técnica e operacional dos meios a empenhar e a adequação das medidas de caráter excecional a adotar”.

Através do plano de investimentos agora concluído “foram disponibilizados meios que vêm permitir uma melhor coordenação e operacionalidade na intervenção às ocorrências que chegam diariamente aos serviços municipais de proteção civil”, assinala José Manuel Biscaia.

O autarca anuncia ainda que o desafio da AMCB para 2016 será a implementação de uma rede de videovigilância florestal nos municípios associados, “com deteção e alerta automática de foco de incêndio”.

*Com Lusa

 

Comentar