Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Junho 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Dez concertos em simultâneo numa dezena de cidades para ajudar refugiados

Dez concertos em simultâneo numa dezena de cidades para ajudar refugiados
José Lagiosa

Dez cidades portuguesas são hoje palco de outros tantos concertos, em simultâneo, numa iniciativa intitulada “Portugal solidário”, destinada a angariar verbas para a Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) e o Conselho Português para os Refugiados (CPR).

Promovida por jovens de escolas de música, a iniciativa “Portugal solidário” reúne instrumentalistas, solistas, coros e orquestras e realiza-se em cidades de Portugal Continental, Açores e Madeira, segundo os organizadores.

Sónia Tavares e Nuno Gonçalves, Helder Moutinho, António Victorino d’Almeida, Tiago Bettencourt, Viviane, Ala dos Namorados, Tito Paris, Carlos Guilherme, Mísia, Maria João e Mário Laginha, Ricardo Ribeiro, Vitorino, Mafalda Arnauth, Zeca Medeiros e Rita Redshoes são alguns dos artistas que aderiram à iniciativa de forma “absolutamente desinteressada”, acrescenta a organização.

Faro (Teatro das Figuras), Elvas (Cine-Teatro), Lisboa (Aula Magna), Coimbra (Teatro Académico Gil Vicente), Covilhã (Teatro Municipal), Espinho (Auditório – Academia de Música), Lamego (Teatro Ribeiro Conceição), Bragança (Teatro Municipal), Funchal (Teatro Baltazar Dias) e Ponta Delgada (Portas do Mar) são as cidades onde decorrerão os concertos, que têm um custo de ingresso de dez euros.

“Consciencializar as pessoas para a dimensão da catástrofe humana dos refugiados” e refletir sobre a “grande crise de valores” que a Europa atravessa, sem que possa “ficar indiferente” à situação, são, segundo a organização, objetivos da iniciativa.

Angariar verbas para doar ao CPR é também o objetivo de dois concertos, hoje, no Porto – um na Casa da Música e outro no Hard Club.

*Com Lusa

Comentar