Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

GNR da Guarda entrega artigos apreendidos a várias instituições da região

GNR da Guarda entrega artigos apreendidos a várias instituições da região
José Lagiosa

A GNR da Guarda entregou hoje mais de mil peças de vestuário e de calçado a dez instituições sociais da região que apoiam crianças e jovens e agregados familiares desfavorecidos.

Segundo o tenente-coronel Cunha Rasteiro, chefe da secção de operações, informações e relações públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda, as instituições receberam artigos que foram apreendidos por contrafação em ações de fiscalização realizadas em 2013 e 2014 em vários locais do distrito.

As peças, por decisão judicial “foram declaradas perdidas a favor do Estado” e destinadas a “entrega a instituições sociais”, sendo que, antes da distribuição, foi “retirada a marca, a simbologia ou o logótipo”.

Aproveitando a quadra natalícia, a GNR entregou artigos de vestuário e de calçado a nove instituições do distrito da Guarda e a uma do concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, sendo as mesmas selecionadas de acordo com o tipo de roupa para entrega, neste caso “mais para jovens”, indicou o responsável.

“É o terceiro ano consecutivo que nós [GNR da Guarda] fazemos entregas, não só nesta época, mas ao longo do ano”, referiu Cunha Rasteiro.

O tenente-coronel adiantou que durante o ano de 2015 o Comando Territorial da GNR da Guarda já apreendeu cerca de seis mil peças de calçado e de vestuário alegadamente contrafeitas, “no valor de meio milhão de euros”, durante a realização de cerca de 20 ações de fiscalização em feiras e em vias rodoviárias da região.

A ação da GNR contemplou, no concelho da Guarda, a Fundação João Bento Raimundo, o Núcleo Desportivo e Social – NDS, o Abrigo Infantil da Sagrada Família/Outeiro de São Miguel e a Fundação José Carlos Godinho Ferreira de Almeida/Refúgio Ana Luísa.

Foram ainda apoiadas a Santa Casa da Misericórdia do Sabugal, o Centro de Acolhimento de Crianças em Risco/Solar do Mimo (São Romão, Seia), a Obra Social Padre José Miguel (Soito, Sabugal), a Associação de Beneficência Cultural e Recreativa de Lagarinhos (Gouveia), o Centro Social Jesus, Maria, José (Dominguiso, Covilhã) e a Associação de Familiares do Cidadão com Dificuldades (Manteigas).

“Como são agasalhos para o inverno, dão-nos muito jeito. É sempre muito positivo. Os miúdos ficam contentes”, disse à agência Lusa Carla Saldanha, assistente técnica do Outeiro de São Miguel (Guarda), que acolhe 26 jovens com idades entre seis e 21 anos.

Sofia Nobre, diretora técnica do Obra Social Padre José Miguel (Sabugal), referiu que a instituição, que tem 43 utentes, com idades entre 24 e 66 anos, irá dar “prioridade aos mais desfavorecidos” na distribuição dos artigos.

“[Esta dádiva] em termos de orçamento ajuda-nos bastante e é sempre bom eles [os 12 rapazes, com idades entre 10 e 18 anos] receberem uma prenda destas”, disse Rosa Gomes, do Solar do Mimo (Seia).

*Com Lusa

Comentar