Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

“É uma inevitabilidade o Braga ser campeão nacional” diz Pedro Proença

José Lagiosa

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, considerou ontem à noite, “uma inevitabilidade” o Sporting de Braga ser, mais tarde ou mais cedo, campeão nacional de futebol.

“É uma inevitabilidade [o Sporting de Braga ser campeão nacional], mais tarde ou mais cedo isso vai acontecer, seja o Braga, o Vitória de Guimarães ou outro clube de segunda linha, e isso será bom para o futebol português”, afirmou à entrada do Theatro Circo, em Braga, onde decorreu a I Gala Legião de Ouro, na comemoração do 95.º aniversário do Sporting de Braga.

Da mesma opinião foi o presidente da câmara bracarense, Ricardo Rio, notando que para isso seja possível não poder haver “barreiras externas” e que possa “ser de forma sustentada e não um acidente de percurso”.

O autarca disse ainda acreditar ser possível que o Sporting de Braga ganhe esta temporada “um título pelo menos”.

Já o treinador da equipa, Paulo Fonseca, preferiu ser mais prudente.

“Somos muito realistas, é muito difícil chegar mais acima, até porque esta temporada há um grande equilíbrio e é uma luta a três. Estabilizámos no quarto lugar, o que nos dá algum conforto e vantagem em relação às outras equipas para o resto da época”, disse.

O técnico, contudo, disse que ele e a equipa gostariam de dar uma alegria ao clube e aos bracarenses e ganhar a Taça de Portugal, troféu que, lembrou, esteve perto de vir para Braga na época passada.

Notou que o Sporting de Braga é a única equipa portuguesa que luta por todos os objetivos e frisou a vontade de fazer uma segunda volta melhor do que a primeira.

Na gala marcaram presença ainda várias personalidades do futebol português, entre eles o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, e esperava-se a chegada de Marcelo Rebelo de Sousa, recém-eleito Presidente da República e assumido adepto dos ‘arsenalistas’.

*Com Lusa / Foto: Lusa

Comentar