Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 10, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

José Santana Pereira lança ensaio “Política e Entretenimento”

José Santana Pereira lança ensaio “Política e Entretenimento”
José Lagiosa

«Até que ponto tem havido, nas sociedades democráticas, uma apropriação dos temas e conteúdos políticos pelos programas televisivos e pela imprensa de entretenimento, e com que consequências? Como e porque é que os líderes partidários se tornaram, cada vez mais, personalidades com características de celebridades do mundo do espectáculo, e quais as consequências deste fenómeno? Até que ponto é que estes dois fenómenos têm vindo a transformar os cidadãos em meros espetadores?»

 

José Santana Pereira lançou, no passado dia 18 de fevereiro, na FNAC Colombo, o livro com o seu ensaio “Política e Entretenimento”.
Sabia que as entrevistas aos políticos em programas televisivos de entretenimento têm mais audiência do que as entrevistas aos mesmos políticos nos programas de informação?

Como acontece em relação a outras modas, Portugal já aderiu ao chamado infotainment, que tem grandes pergaminhos em países como os Estados Unidos da América, o que faz com que, cada vez mais, a Política pise os terrenos do Entretenimento.

Ou será ao contrário?

No ensaio Política e Entretenimento o investigador José Santana Pereira aborda uma realidade com que os potenciais (e)leitores têm convivido nos últimos tempos, enquadrando o fenómeno académica e socialmente.

Dando exemplos muito concretos relacionados com as últimas eleições legislativas em Portugal ou com o estudo de caso que é a política-espectáculo em Itália, o autor mostra a forma como os políticos estão a transformar-se em celebridades, mas não só.

Também o mundo do entretenimento tende a exportar actores políticos, numa dinâmica sem recuo.

Capa do livro

Capa do livro

José Santana Pereira (Nisa, 1982) é investigador no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e professor auxiliar convidado no Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas do ISCTE-IUL.

É doutorado em Ciências Políticas e Sociais pelo Instituto Universitário Europeu de Florença (2012).

Os seus  principais interesses de investigação são o comportamento eleitoral e as atitudes políticas dos portugueses, os sistemas mediáticos europeus e os efeitos dos media nas atitudes e comportamentos políticos das suas audiências.

Comentar