Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Abril 9, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Órgãos sociais dos Bombeiros de Oleiros tomam posse

Órgãos sociais dos Bombeiros de Oleiros tomam posse
José Lagiosa

Os novos órgãos sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oleiros tomaram posse ontem, pelas 21 horas, na sede desta Associação.

O ato eleitoral realizado no passado dia 6 fevereiro, escolheu por maioria, a direção que passa a ser composta por Albino Caldeira como presidente, e por Armindo Lopes e Paulo Urbano como vice-presidentes, o secretário Filipe Mendes, o tesoureiro António Jorge Antunes e o vogal Filipe Bártolo.

Já a Assembleia Geral é composta pelo presidente José Santos Marques, o vice-presidente Ataíde Garcia Guerra e o secretário José Luís Marques dos Santos.

O Conselho Fiscal é agora composto por Nuno Ferreira na qualidade de presidente, o Pedro Custódio como vice-presidente e o secretário relator Duarte Domingues.

Fernando Jorge, presidente da Câmara Municipal fez um largo elogio àquela que considera uma associação vital, que protege vidas e bens de terceiros em detrimento das suas próprias vidas.

Depois de voltar a frisar a importância tanto dos órgãos sociais como do próprio corpo de bombeiros, Fernando Jorge garantiu que nunca foi negado nenhum pedido de ajuda vindo desta Associação e que dentro das limitações que um Orçamento impõe, espera conseguir apoiar sempre os Bombeiros Voluntários.

Presente igualmente na cerimónia, Rui Esteves, Comandante Distrital da Proteção Civil começou por enaltecer todo o trabalho feito pela antiga direção e comando.

Deixou ainda um agradecimento especial aos homens e mulheres com formação e muita vontade de ajudar e defender os outros.

Por fim, fez votos de que a atual direção e comando continuem o bom trabalho que tem vindo a ser desenvolvido.

Num discurso assertivo, o atual presidente da Direção, Albino Coelho começou por dizer que este é um desafio que aceita com muita honra, tendo já sido cadete, depois bombeiro de 3ª e ainda auxiliar da fanfarra nesta Associação.

No entanto salienta que “as responsabilidades são outras” mas é com convicção que “a direção ora empossada dará total apoio ao Comando para levar por diante tão nobre e honrosa missão”.

Albino Coelho louvou o rigor da gestão anterior e completou com a consciência de que os três próximos anos representam dificuldades e muito trabalho.

O novo presidente não deixou de prestar uma homenagem póstuma a todos os que “com o seu saber, abnegação, dedicação e espírito altruísta, foram os principais mentores da Associação”.

Finalmente revelou que tem encetado diligências, no sentido de ser possível, um novo Comandante, brevemente.

Comentar