Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Julho 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Europa distingue Politécnico de Castelo Branco pela implementação da Carta Erasmus

Europa distingue Politécnico de Castelo Branco pela implementação da Carta Erasmus
José Lagiosa

A Comissão Europeia distinguiu o Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) pelo trabalho desenvolvido na implementação da Carta Erasmus 2014-2020, cujo objetivo é a promoção de atividades de cooperação europeias e internacionais.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o IPCB explica que foi distinguido pela Comissão Europeia enquanto “Excellent Erasmus Charter for Higher Education implementation” pelo trabalho desenvolvido na implementação da Carta Erasmus para o ensino superior 2014-2020.

A Carta Erasmus “tem por objetivo promover atividades de cooperação europeia e internacional, realizadas pelas instituições de ensino superior no âmbito do Programa Erasmus+, que substitui o Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (LLP)”, lê-se no comunicado.

O Politécnico de Castelo Branco explica que a estratégia definida pelo presidente da instituição “revelou-se acertada”, tendo a instituição não só renovado a larga maioria dos acordos existentes, mas também diversificado as áreas de parceria e estabelecido novos acordos, aumentando assim o leque de países.

“O IPCB implementou uma forte política de manutenção da rede de parcerias da instituição no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (LLP), constituída por cerca de 170 instituições de ensino superior”, sustenta.

Segundo a instituição albicastrense, a “rápida transição” do programa LLP para o Erasmus+ “teve por base o rápido estabelecimento de contactos com as instituições parceiras (…), assim como a utilização de documentos em formato digital, que permitiram reduzir os custos inerentes aos processos, para além de aumentar a eficiência nas trocas de informação”.

Adianta ainda que a mobilidade internacional continua a ser uma “forte aposta” do IPCB, que tem investido na promoção destes programas junto de toda a sua população académica.

No ano letivo de 2014/2015, o IPCB teve bolsas de mobilidade atribuídas entre alunos, docentes e trabalhadores da instituição.

*Com Lusa

Comentar