Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Antigo concelho de Asseiceira recupera a sua História em livro para crianças

Antigo concelho de Asseiceira recupera a sua História em livro para crianças
José Lagiosa

A Junta de Freguesia de Asseiceira, vai proceder ao lançamento, no dia 15 de Maio, no Centro Cultural local, do livro “História de Asseiceira em miúdos”.

O lançamento efetuado no âmbito da Biblioteca de Temas Linhaceirenses, é uma parceria com a Associação de Pais e Amigos das Escolas de Linhaceira.

Durante mais de quinhentos anos, este foi um pequeno mas autónomo concelho rural, apesar da cobiça que sempre suscitou nos vizinhos.

Reminiscências da época romana, uma vila que começou por ser senhorio dos Templários, dois casais, que cresceram em volta dos rios.

No caminho de Santiago, mas também dos invasores franceses e dos dois irmãos desavindos pelo trono de Portugal que aqui, na batalha de Asseiceira, acabou por ser entregue a D. Pedro.

A História de Asseiceira, hoje freguesia do concelho de Tomar, está recheada de acontecimentos de relevo mas era praticamente desconhecida da maior parte dos habitantes até há três anos atrás.

Um único livro, reunindo textos escritos em 1968 por Amorim Rosa e publicado postumamente em 1986, abordava o assunto, mas era de difícil acesso e nunca teve grande divulgação.

Tudo mudou quando em Março de 2013 foi lançada a Biblioteca de Temas Linhaceirenses. Criado com o intuito de recolher a memória daquela que é atualmente a maior aldeia da freguesia mas era também uma daquelas cujo passado era mais obscuro (Linhaceira), este projecto publicou o livro “Linhaceira e as suas escolas”, de Miguel Garcia Lopes e Nuno Garcia Lopes, onde abordava também de forma então inédita alguns aspectos da História de Asseiceira.

E começou então a publicação diária de um blogue (http://bibliotecalinhaceira.blogspot.pt) com documentos que ajudam a reconstituir a História local.

Ano e meio depois, juntou-se a esta uma nova dinâmica, com a celebração dos 500 anos do foral novo de D. Manuel e dos 700 do foral de D. Dinis, sob a égide da Junta de Freguesia.

Aprofundou-se a investigação, foi publicado um conjunto de importantes artigos de jornal da autoria de um dos maiores conhecedores do assunto, José Rafael Sirgado e realizadas diversas iniciativas que valorizaram o património material e imaterial de Asseiceira.

Estava criado o caminho para aquele que era um objectivo da autarquia liderada por Carlos Rodrigues e do autor desta obra: editar um livro que contasse a História local especialmente dirigido às crianças da freguesia, de modo a dar-lhes a conhecer o seu passado e estimular nelas o gosto pela preservação da memória colectiva.

Assim nasceu “História de Asseiceira em miúdos”, fruto do trabalho diário de Nuno Garcia Lopes na Biblioteca de Temas Linhaceirenses e do contributo dos seus antecessores, a que se juntou a interessante abordagem ilustrativa de José Lima e o design cuidado de Francisco Lopes.

Todos eles nascidos na freguesia e elementos ativos da vida local.

O livro vai ser lançado no domingo, dia 15 de Maio, pelas 16 horas, numa cerimónia de carácter mais oficial, mas será na segunda-feira, dia 16, que terá o seu carácter mais festivo.

No dia em que se comemora o aniversário da batalha de Asseiceira, a partir das 10 horas da manhã, todas as crianças das escolas da freguesia vão ser convidadas para uma manhã lúdica, em que a obra lhes será apresentada e oferecido um exemplar a cada uma delas.

Pretende-se que esta obra passe a ter lugar cativo nas salas de aula, mas também em casa dos moradores da freguesia.

 

 

Comentar