Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 9, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Uma panóplia de sabores no Congresso da Sopa em Tomar

Uma panóplia de sabores no Congresso da Sopa em Tomar
José Lagiosa

São 29 os participantes na 23ª edição do Congresso da Sopa, que vai decorrer no dia 7 de Maio no Mouchão Parque, em Tomar, a partir das 12h30.

Pioneira na consagração da sopa como destino gastronómico, a iniciativa regressa com o mesmo vigor com que nos anos noventa do século passado haveria de revolucionar o mundo das festividades gastronómicas em Portugal, pela mão de Manuel Guimarães, estudioso da História e das tradições tomarenses e também critico de gastronomia. Com um título irreverente, hoje devidamente registado, o Congresso tomarense atreveu-se a fazer da sopa a vedeta, juntando ao apelo dos sabores a consciencialização da necessidade de uma alimentação saudável.

Agora, ele aí está de novo, com meia centena de sopas, entre as quais boa parte das mais apreciadas pelo país inteiro, como a sopa de peixe ou a sopa da pedra, mas também tentadoras experiências que se tornarão com certeza inesquecíveis.

É o caso do caldo de enguias ou da sopa de lampreia; da sopa ou canja de leitão; da sopa de cilercas ou do creme de cogumelos selvagens. Do sabor atlântico da sopa do Espírito Santo. Ou do sabor mediterrânico da crema di pomodoro.

Ou ainda do toque tropical do creme de mandioquinha. E que tal uma sopa de corno?

Isto sem esquecer a sopa medieval, a abrir já o apetite para a Festa Templária que este ano vai animar a cidade de Tomar entre os dias 7 a 10 de Julho.

Mas este ano haverá também algumas novidades a complementar o Congresso da Sopa, que terá animação musical, animação infantil e bancas de artesanato e doces típicos.

Participam os seguintes restaurantes e afins: Almourol, Açúcar ao Quadrado, ADIRN, Associação dos Forcados Amadores de Tomar, Associação Cultural e Recreativa da Serra, Cafetaria do Castelo e do Convento, Bistrôt – Doces e Licores, Casa da Vera, Cervejaria Noite e Sol, CIRE, CIRE – Associação de Pais e Encarregados de Educação, Convento do Leitão, Ginjinha, Escola Profissional de Tomar, Estalagem de Santa Iria, Instituto Politécnico de Tomar, O Invejado, La Bella, Legenda Medieval, Lodge, A Lúria, Manjar dos Templários, Marisqueira de Tomar, Mister Grill, Nabão, Ninho do Falcão, Picadeiro, Pica-Pau Amarelo, Tabuleiro.

Estarão igualmente presentes, com os seus deliciosos néctares a acompanharem as sopas, os produtores de vinho do concelho: Adega Casal Martins, Casa Agrícola Solar dos Loendros, Encosta do Sobral, Quinta Casal das Freiras e Herdades dos Templários.

Como habitualmente, as receitas revertem para o CIRE.

Os bilhetes gerais custam 5 €, sendo de 2 € para crianças dos 6 aos 12 anos e de 12 € para famílias (2 adultos e 2 crianças). Quem necessitar de kit (copo, tigela, colher e guardanapo) pagará mais 3 € – mas pode poupar este valor se os trouxer de casa.

Os bilhetes já estão à venda no Posto Municipal de Turismo e no CIRE.

 

 

 

Comentar