Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Circuito mundial de wakeboard reúne dezenas de profissionais em Castelo do Bode até domingo

Circuito mundial de wakeboard reúne dezenas de profissionais em Castelo do Bode até domingo
José Lagiosa

A albufeira de Castelo do Bode, no centro do país, acolhe este fim de semana uma nova etapa do circuito mundial de wakeboard tendo a organização destacado a presença dos melhores atletas profissionais da modalidade.

“O Nautique European Pro Am é uma das principais provas do circuito mundial de wakeboard e nunca foi realizado fora dos Estados Unidos. Pela primeira vez na Europa, o destino escolhido é Portugal”, disse hoje à agência Lusa André Matos, o presidente da Associação Portuguesa de Wakeboard e Wakeskate (APWW), entidade organizadora do evento, tendo feito notar que esta prova permite inscrições de amadores que têm, assim, “oportunidade de competir lado a lado com as grandes estrelas profissionais” da modalidade.

Na competição, pontuável para o campeonato do mundo, e cuja final se disputa em setembro no Canadá, estão 86 atletas oriundos de 12 países, metade dos quais profissionais, destacou André Matos.

O wakeboard caracteriza-se pelo facto de as pranchas serem puxadas à superfície da água através de um sistema de cabos ou por um barco a motor, como meio de tração, sendo um desporto aquático praticado com uma prancha e manobrada de modo a contornar obstáculos flutuantes.

Esta é a segunda prova da World Wakeboard Association (WWA) a ter lugar no nosso país, depois de, em setembro de 2015, a praia fluvial do Lago Azul, em Ferreira do Zêzere, no centro de Portugal, ter recebido o WWA Supra Wakeboard World Championships, com 151 atletas de 18 nacionalidades diferentes e um nível de audiência acima das 20.000 pessoas, segundo as contas da organização.

“O sucesso do World Championships em 2015, considerado um dos melhores eventos de sempre, eleva as expectativas para este ano, uma vez que vamos contar, uma vez mais, com a presença dos melhores atletas profissionais da modalidade a nível mundial”, destacou André Matos, tendo feito notar que o projeto Wakeboard Portugal “tem como missão a criação de um novo destino no centro de Portugal, através desta modalidade em ascensão em todo o mundo”.

O projeto, lançado em 2015, notou aquele responsável, “está a colocar o nosso país no mapa dos maiores circuitos de wakeboard mundial”, no âmbito de um projeto mais vasto e que visa instalar em Castelo do Bode a primeira estância de wakeboard do mundo, a inaugurar “ainda este verão”.

Os ‘cable parks’ estão a ser implementados nas praias fluviais de Fernandaires (Vila de Rei), Lago Azul (Ferreira do Zêzere), Aldeia do Mato, (Abrantes), Trízio (Sertã) e Praia dos Montes (Tomar).

“É a primeira estância do mundo, com cinco pontos de ‘cable systems’ diferentes, ligada por transferes de barco, numa lógica similar à das estâncias de neve, em que se circula entre cada pista. Em Castelo do Bode, ao longo de 30 quilómetros, experimentam-se vários ‘cables’, com características diferentes, e circula-se entre cada local de barco”, descreveu, tendo perspetivado a abertura oficial da estância para “dentro de poucas semanas”.

“Com a abertura da estância em Castelo do Bode, a região vai entrar oficialmente no mapa da comunidade de ‘wakeboard’ em todo o mundo”, destacou André Matos, tendo referido ainda os eventos noturnos que vão decorrer até domingo no Lago Azul, que incluem atuações de vários dj.

Posicionar Portugal como destino de eleição para a prática da modalidade, tornando-o ‘cluster’ europeu de ‘wakeboard’, é o grande objetivo do projeto.

*Lusa

Comentar