Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Desmantelada rede de tráfico de droga que operava no Fundão, Covilhã e Lisboa, 16 detidos

Desmantelada rede de tráfico de droga que operava no Fundão, Covilhã e Lisboa, 16 detidos
José Lagiosa

A operação “Fontes” desencadeada hoje pela GNR no Fundão, Covilhã e em Lisboa culminou com a detenção de 16 pessoas e o desmantelamento uma rede de tráfico de estupefacientes.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Comando Territorial de Castelo Branco explicou, inicialmente, que as detenções ocorreram na sequência das 23 buscas domiciliárias, acrescentando que também foram feitas buscas a cacifos numa escola do Fundão.

De acordo com a nota, foram apreendidos diversos artigos, designadamente estupefacientes, armas e dinheiro, entre outros, cujos valores e quantidades ainda estão a ser contabilizados.

Ao final da tarde, em conferência de imprensa realizada no Comando Territorial de Castelo Branco da GNR, foram dados a conhecer os pormenores da operação “Fontes” em que foi desmantelada uma rede de tráfico de droga que operava, essencialmente, na zona do Fundão, apesar de ter ramificações na Covilhã e em Lisboa.

Segundo o tenente-coronel Fernando Miranda, nesta operação foram detidas 16 pessoas, entre as quais três mulheres, com idades entre os 17 e os 43 anos.

Foram apreendidos seis carros avaliados em cerca de 110 mil euros, um motociclo de alta cilindrada no valor de oito mil euros, 1.749 gramas de haxixe, 2,1 gramas de cocaína, 30,7 gramas de canábis, duas embalagens de cogumelos mágicos, vários comprimidos, plantas, sementes de canábis, diversos moinhos e cachimbos.

Os militares envolvidos apreenderam ainda 3.054 euros em dinheiro, uma caçadeira de 12 milímetros, uma pistola de pressão de ar, cerca de 30 facas e navalhas, vários computadores portáteis e ‘tablets’.

A operação “Fontes”, que se iniciou hoje às 04:00 e foi dada como terminada cerca das 09:30, envolveu 270 militares da GNR (Castelo Branco, Coimbra, Aveiro, Guarda, Portalegre e Viseu) e da unidade de intervenção, PSP de Castelo Branco e inspetores da Polícia Judiciária (PJ) da Guarda que contaram com o apoio de 82 viaturas.

Esta ação foi o culminar de uma investigação iniciada em novembro de 2015, na sequência de várias informações recolhidas pelo Destacamento Territorial do Fundão da GNR.

Foram emitidos 23 mandados de busca domiciliária e 17 de detenção que tiveram como alvos residências e indivíduos que estavam na cidade do Fundão, em Donas, Valverde, mata da rainha e Aldeia do Cabo (concelho do Fundão, na cidade da Covilhã e em Mem Martins (Lisboa).

Além destas, foram ainda efetuadas buscas aos cacifos de uma escola do Fundão.

*Lusa

Comentar