Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 9, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Nova empresa em Ródão capta recursos humanos

José Lagiosa

A Casa de Artes e Cultura do Tejo acolheu na passada quarta feira, a apresentação da nova empresa a instalar em Vila Velha de Ródão, a Paper Prime.

A acção dirigiu-se a pessoas desempregadas que queiram fazer formação específica para possível integração na empresa.

A iniciativa, realizada em parceria com o IEFP de Castelo Branco e a empresa Paper Prime, acolheu cerca de 80 pessoas interessadas em integrar o curso/ formação no âmbito da medida Vida Ativa.

Nesta sessão intervieram Luís Pereira, presidente da Câmara Municipal de V. V. Ródão, Leopoldo Martins, diretor do Centro de Emprego e Formação de Castelo Branco, Vitor Silva, diretor fabril da Paper Prime e Mafalda Vicente, responsável pelos recursos humanos da Paper Prime.

O presidente da Câmara Municipal de Ródão saudou os presentes e contextualizou o papel da autarquia nesta matéria referindo que “ À Câmara Municipal coube a iniciativa de trazer este investimento até Ródão sendo que a sua responsabilidade termina neste momento.”

Abordou ainda o programa de apoios de fixação da população que a autarquia disponibiliza, nomeadamente no âmbito da construção de habitação no concelho que prevê um apoio simbólico de 2500 euros.

Outro dado importante que foi referido por Luis Pereira foi o facto de a autarquia estar neste momento a adquirir um conjunto de imoveis no núcleo antigo de Vila velha de Ródão e com os projetos de reabilitação para alugar tipos T2, T3, por 100 ou 125 euros por mês.

O diretor do IEFP de C. Branco, Leopoldo Martins, abordou o tipo de formação a que estava associado o recrutamento dos recursos humanos para a Paper Prime explicando que “Esta formação está enquadrada numa formação inicial na área da Medida Vida Ativa, e que de acordo com o referencial da Paper prime terá uma componente teórica (300 horas) e outra prática em contexto de trabalho em contacto com os equipamentos. Trata-se uma formação feita à medida para formar pessoas que ficarão habilitadas a responder às necessidades da empresa. Nestes casos, quem fizer formação e demonstrar maiores competências, que a empresa depois irá avaliar, tem uma oportunidade real de vir a obter trabalho. “

Vitor Silva, diretor fabril da Paper Prime, fez a apresentação da empresa e a sua contextualização neste território indicando os princípios, a missão e estratégia de gestão.

A responsável pelos recursos humanos da Paper Prime, Mafalda Vicente, explicou os procedimentos de seleção e recrutamento e análise de perfil do candidato que interessa à empresa.

Recorde-se que a empresa Paper Prime, integrada no grupo Trevipapel, é uma nova fábrica de produção de papel em bobine, instalada em Vila Velha de Rodão, com uma opção empresarial que, vai conferir autonomia ao aprovisionamento, que aumentará a capacidade de diferenciação nos produtos elevando a qualidade e em simultâneo funcionará como base para a sustentabilidade e crescimento da Trevipapel para o futuro. Fruto de um investimento na ordem dos 30 milhões de euros, a Paper Prime terá uma produção média anual acima das 30 mil toneladas de matéria-prima.

Comentar