Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 14, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Proença-a-Nova recebe festival de cinema itinerante durante três dias

Proença-a-Nova recebe festival de cinema itinerante durante três dias
José Lagiosa

O festival de cinema itinerante ‘Le Plein de Super’ começa na quinta-feira e prolonga-se até sábado, em Proença-a-Nova, com três sessões e a exibição de oito curtas-metragens de seleção mundial, foi hoje anunciado.

O autocarro da ‘Boîte Carrée’, com o festival de cinema itinerante ‘Le Plein de Super’, vai passar, ao longo de três dias, por Proença-a-Nova, Sobreira Formosa e Montes da Senhora, no distrito de Castelo Branco.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a Câmara de Proença-a-Nova explica que nas três sessões agendadas vão ser exibidos oito curtas-metragens de seleção mundial, que são projetadas num ecrã na lateral do autocarro.

“’Le Plein de Super’ é uma alternativa à produção televisiva ou cinematográfica cujo objetivo é sensibilizar o público para outras linguagens fílmicas: filmes criativos, poéticos, engajados, que revelam uma procura e um ponto de vista diferente sobre o mundo, a vida, a sociedade”, lê-se na nota.

A finalidade deste projeto passa por dar a conhecer o trabalho dos artistas que estão fora do circuito comercial.

“Em conjunto com os artistas, o público e os parceiros, pretendemos proporcionar outra forma de divulgação do cinema, fora das paredes”, explica a autarquia.

As sessões realizam-se às 21:30 no Parque Urbano Comendador João Martins, em Proença-a-Nova (quinta-feira); Largo Dr. Abílio Tomé, em Sobreira Formosa (sexta-feira) e Largo da Igreja de Montes da Senhora (sábado).

“Com a ideia de proporcionar uma relação direta e informal entre o público e os cineastas, os espetadores serão convidados, depois da projeção, a escrever um postal para o artista da sua preferência”, adianta o documento.

Este projeto, que está na estrada em Portugal desde setembro de 2015, realiza a derradeira projeção em Nantes, França, com a presença de artistas regionais e colaboradores do projeto.

Aqui, serão exibidos os filmes que tiverem recebido o maior número de postais e ainda filmes portugueses que tenham sido recolhidos no caminho.

*Lusa

Comentar