Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Um Comentário

REPORTAGEM: Fazer uma chamada de telemóvel em Vila Velha de Ródão nem sempre é fácil

José Lagiosa

Fazer uma simples chamada de telemóvel na freguesia de Perais, em Vila Velha de Ródão, ainda é uma autêntica aventura devido à insuficiente cobertura das redes móveis nacionais e há mesmo quem pondere recorrer aos serviços móveis espanhóis.

À chegada à Herdade da Urgueira, um empreendimento de turismo rural localizado na freguesia de Perais, em Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, os telemóveis são de imediato contemplados com a seguinte mensagem: “Desejamos-lhe uma boa estadia! Info preços em roaming. Valores em cêntimos c/IVA. Comunicações recebidas (…)”.

Carlos Lourenço, o mentor deste projeto de turismo rural, onde investiu mais de dois milhões de euros, é o rosto do desalento.

À agência Lusa disse que só se apercebeu deste “problema gravíssimo” quando começou a pedir as licenças ao município de Vila Velha de Ródão e nas vistorias finais: “Começámos a comprar os equipamentos, hoje em dia está tudo informatizado, tanto no alojamento como no restaurante, isso é uma coisa básica nos tempos que correm, e verificámos que era um drama total a parte das redes [de comunicação móvel]. Desde então para cá tem sido muito difícil”.

O empresário sublinha mesmo que já ponderou recorrer aos serviços móveis de telecomunicações da vizinha Espanha.

“Aqui, o ‘roaming’ está a cair de imediato porque o sinal dos nossos vizinhos espanhóis é muito mais forte do que o nosso. Já ponderamos recorrer aos serviços do país vizinho. Há certos dias então que a Internet, que vem via satélite, além de ser fraca, é muito lenta…é um caos”, sustentou.

O problema não afeta apenas a zona do empreendimento de turismo rural, a funcionar há um ano, mas toda a freguesia de Perais que inclui ainda as localidades de Alfrívida, Monte Fidalgo, Balsinha e Vale Pousadas.

E, se em alguns casos quase que por “milagre” o sinal da rede móvel de telecomunicações ainda dá um “ar da sua graça”, outros há em que ele é completamente inexistente.

Carlos Lourenço

Carlos Lourenço

“Já contactámos o município, a quem pedimos a sua colaboração. Foram recetivos e manifestaram de imediato vontade para resolver o assunto. Contudo, já lá vai um ano e o problema ainda não foi resolvido. A parte mais negra para quem nos visita é a parte das telecomunicações”, explica.

Segundo este responsável, mais de 90% dos visitantes reclamam e manifestam o seu descontentamento, precisamente por causa do serviço de comunicações, exceto um ou outro caso que até “acham piada”.

O presidente da Câmara de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira, está revoltado com a atitude da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), com quem já tentou, por diversas vezes, agendar uma reunião para abordar a questão da cobertura do serviço da rede móvel na freguesia.

O autarca escreveu esta semana uma carta ao presidente da ANACOM, através da qual lamenta a “falta de interesse e consideração” que aquela entidade “manifesta pela população do concelho e, nomeadamente pela freguesia de Perais”, que, em pleno século XXI, se encontra privada de acesso a um serviço básico.

Luís Pereira explicou que foram feitas diversas tentativas de contacto telefónico com a ANACOM, no sentido de agendar uma reunião para discutir o assunto e, como até agora não obteve resposta, decidiu expor o caso, por escrito, ao presidente desta entidade.

Até lá, quer a população de Perais, com cerca de 770 habitantes, quer os visitantes, vão continuar privados de serviço de rede móvel nacional, ou, então, têm que recorrer ao ‘roaming’.

*Lusa

Comentários

  1. Nuno José Almeida

    O sinal da vodafone deveria ser alto com 4G vindo da torre de Montalvão.

Comentar