Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 14, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Doze distritos do continente sob ‘Aviso Amarelo’ devido ao tempo quente e ondulação

Doze distritos do continente sob ‘Aviso Amarelo’ devido ao tempo quente e ondulação
José Lagiosa

Doze distritos de Portugal continental encontram-se hoje sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de tempo quente e agitação marítima, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo a página do IPMA, os distritos de Bragança, Viseu, Évora, Guarda, Vila Real, Setúbal, Lisboa, Beja, Castelo Branco, Portalegre e Braga, estão sob ’Aviso Amarelo’ desde as 05:00 de quarta-feira e até às 20:00 de sexta-feira devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

Faro é o único distrito de Portugal continental que se encontra sob ‘Aviso Amarelo’ devido à agitação marítima, uma vez que são esperadas ondas de sueste com dois metros. O aviso teve início às 05:00 de hoje e vigora até às 11:00 de sexta-feira.

Nos distritos de Viseu, Évora, Guarda, Setúbal, Lisboa, Beja, Castelo Branco e Portalegre, o ‘Aviso Amarelo’ termina já hoje às 20:00, mas nos distritos de Braga, Bragança e Vila Real prolongam-se até às 20:00 de sexta-feira.

O ‘Aviso Amarelo’ é o terceiro mais grave numa escala de quatro e significa “risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica”.

O IPMA prevê para hoje céu muito nublado no litoral norte e centro e, a partir da tarde, aumento de nebulosidade com condições favoráveis à ocorrência de trovoada e de aguaceiros, que poderão ser de granizo, em especial nas regiões montanhosas do interior Norte e Centro.

No arquipélago dos Açores espera-se céu muito nublado e possibilidade de períodos de chuva fraca nas ilhas dos grupos ocidental e central.

Na Madeira, a previsão é de céu nublado e pequena descida da temperatura máxima.

Segundo o IPMA as temperaturas vão atingir os 37 graus Celsius em Évora; 36 em Castelo Branco; 35 em Bragança; 34 em Vila Real e Santarém; 33 em Viseu; 32 em Faro; 31 em Lisboa; 37 no Funchal; 26 em Ponta Delgada e 24 no Porto e Viana do Castelo.

*Lusa

Comentar