Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Escola de Quadros do CDS-PP junta Portas e socialistas no início de setembro

Escola de Quadros do CDS-PP junta Portas e socialistas no início de setembro
José Lagiosa

O CDS-PP volta a reunir a sua “Escola de Quadros” nos primeiros dias de setembro, que juntará este ano em Peniche o anterior presidente do partido Paulo Portas e os socialistas António Vitorino e Maria de Lurdes Rodrigues.

“Já vamos na terceira edição da ‘Escola de Quadros’, já é um momento indiscutível no calendário do partido”, disse à Lusa o responsável pelo gabinete de estudos do CDS-PP, Diogo Feio.

Este ano, o primeiro dia da iniciativa, que juntará cerca de 130 jovens num hotel em Peniche, está marcado para dia 01 de setembro e arrancará com um jantar-debate moderado pelo dirigente e deputado do CDS-PP Pedro Mota Soares sobre o futuro da Europa, com a participação do eurodeputado do CDS-PP e vice-presidente do partido Nuno Melo e do comissário europeu Carlos Moedas.

Carlos Moedas, que foi secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro entre 2011 e 2014, no Governo PSD/CDS-PP, participará no mesmo dia de manhã na Universidade de Verão do PSD, em Castelo de Vide, onde dará uma ‘aula’ sobre “Europa Digital”.

No segundo dia da “Escola de Quadros”, o debate da manhã sobre a importância económica da cultura será moderado por Francisco Mendes da Silva e terá como oradores Pedro Mexia e António Filipe Pimentel.

À tarde, o tema em cima da mesa será as eleições nos Estados Unidos da América e contará com a participação de Pedro Pinto e Gonçalo Castelo Branco, num debate moderado por Raquel Vaz Pinto.

O jantar-debate será sobre “Comunicação e Motivação”, a partir do exemplo da seleção de futebol que em julho venceu o Europeu, e contará com a presença de Tomás Froes e a moderação do deputado do CDS-PP Telmo Correia.

O terceiro dia arrancará com um debate sobre “Economia e Modelo de Crescimento”, com o jornalista António Costa e o vice-presidente do CDS-PP Adolfo Mesquita Nunes e será moderado pela também vice-presidente centrista Cecília Meireles.

Ao início da tarde falar-se-á de Mar e do “valor da aposta azul”, num debate moderado por Inês Vargas, com Ana Mira Vaz e Duarte Bué Alves.

Ainda antes do jantar, os jovens participantes da “Escola de Quadros” ouvirão falar sobre a “aposta da Educação”, num debate que será moderado por António Pedro Barreiro e contará com a presença da ex-ministra socialista da Educação Maria de Lurdes Rodrigues e da deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa.

O último jantar da iniciativa juntará o ex-líder do CDS-PP Paulo Portas e o socialista António Vitorino, que irão falar sobre os “Desafios de Portugal no presente contexto internacional”, num debate moderado por Francisco Rodrigues dos Santos.

No domingo, dia 04 de setembro, ainda antes do encerramento, os grupos dos jovens participantes na iniciativa terão “cinco minutos para defender uma boa ideia”, perante um júri constituído por Nuno Magalhães, Teresa Caeiro e Vânia Dias da Silva.

Para as 12:00 está marcado o encerramento, e, à mesma hora que em Castelo de Vide o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, deverá estar a encerrar a Universidade de Verão do partido, falarão o líder da Juventude Centrista, Francisco Rodrigues dos Santos, Diogo Feiro e a líder do partido, Assunção Cristas.

“A ideia é ter um momento de discussão livre de ideias”, sublinhou Diogo Feio, explicando que na seleção dos temas em debate foram tidos em conta os interesses manifestados em anos anteriores pelos participantes na iniciativa, que vincaram a vertente internacional como um dos temas ‘fortes’.

Além dessa vertente internacional, que este ano será abordada nos debates sobre as eleições nos Estados Unidos da América e sobre a Europa, este ano o CDS-PP quis também destacar a questão da Educação, ouvindo perspetivas diferentes daquelas que existem no CDS-PP, acrescentou Diogo Feio.

A par disso, continuou o responsável pelo gabinete de estudos, este ano haverá também uma “vertente cultura”, além do debate de natureza mais política sobre economia.

“Por fim, haverá a mensagem mais política, com o discurso da presidente do partido, a primeira intervenção estruturada depois das férias, que antecederá a ‘rentrée’ do partido”, referiu.

A ‘rentrée’ do CDS-PP está marcada para o sábado seguinte, 10 de setembro, em Oliveira do Bairro, uma câmara que o CDS-PP perdeu em 2013 para o PSD por pouco mais de 700 votos.

*Lusa

Comentar