Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Maio 27, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Belmonte devolve Carta de Pêro Vaz de Caminha à Torre do Tombo

Belmonte devolve Carta de Pêro Vaz de Caminha à Torre do Tombo
José Lagiosa

Após seis meses exposta na sala de exposições Pedro Álvares Cabral do Castelo de Belmonte, a Carta escrita por Pêro Vaz de Caminha, escrivão da armada de Pedro Álvares Cabral que levou ao achamento do Brasil, voltou ontem à Torre do Tombo.

O processo de transporte da Carta, inscrita pela UNESCO no Registo da Memória do Mundo, foi feito mediante os mesmos cuidados que há seis meses atrás aquando da sua vinda para Belmonte.

O seu regresso deve-se ao facto de o documento ser sujeito a um tratamento de conservação por parte da Torre do Tombo que é realizado de seis em seis meses pelo que não poderia continuar exposto.

Escultura “Virgem com o Menino”

Escultura “Virgem com o Menino”

Com a Carta regressa também a pintura a óleo, cedida pela Casa-Museu Medeiros e Almeida, denominada “Maria Lactans/ Nossa Senhora do Leite” de 1510-15, e a peça proveniente do Museu Nacional de Arte Antiga a escultura “Virgem com o Menino”, do segundo quartel do séc. XV, em pedra calcária policromada, atribuída a João Afonso, assim como o azulejo e oito réplicas com a esfera armilar, pintado na oficina dos espanhóis Fernán Guijarro e Pedro Herrera e que faz parte de uma encomenda do rei D. Manuel I, por volta de 1508.

Comentar