Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 22, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Seniores regressam às suas Academias em Penamacor e Ródão

José Lagiosa

Os alunos das Academias Seniores de Penamacor e Vila Velha de Ródão iniciaram o novo ano letivo com uma cerimónia marcada pelo reencontro de alunos e professores.

Um total de 124 alunos estão este ano inscritos nas 29 disciplinas que a Academia Sénior de Penamacor oferece enquanto, que em Vila Velha de Ródão a Academia Sénior propõe aos 123 alunos, 20 ofertas formativas.

São inúmeras as atividades que a Academia Sénior de Penamacor pretende partilhar neste terceiro ano letivo, como forma de promover o aumento de competências entre os seus alunos, contando com a dinâmica dos agentes de sucesso que são os seus 25 professores voluntários que reforçam os objetivos da academia e os técnicos envolvidos no projeto social.

Na Academia Sénior de Vila Velha de Ródão o segundo ano letivo apresenta-se como uma alternativa ao rejuvenescimento da população local tendo a singularidade de partilhar e viver novas experiências, acompanhadas pelos técnicos da ADRACES e pelos 19 professores em regime de voluntariado.

Da esquerda para a direita, Luís Pereira e António Realinho

Da esquerda para a direita, Luís Pereira e António Realinho

Em Penamacor, na abertura oficial, foi assinado um protocolo de parceria entre a ADRACES e o Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches, com vista à promoção e desenvolvimento de atividades que fomentem o convívio, o voluntariado, a participação cívica, a interajuda, a solidariedade, a cidadania e apoio social entre os seniores e as crianças e jovens, pessoal docente e não docente.

António Realinho, vice-presidente e diretor executivo da ADRACES, recorda que “as academias seniores sob a gestão da ADRACES apresentam-se como oportunidades de elevada importância que entusiasmam quem nelas participa e proporcionam, sobretudo a este público sénior, que aprendam, ensinem e nesta reciprocidade de transmissão de conhecimentos, se sintam úteis”.

A adesão dos alunos que voltou a susperar as expectativas, dado a continuidade dos mesmos e de muitos novos que neste momento ultrapassam as duas centenas é para o responsável “unívoco de que as academias têm a virtualidade de serem projetos com êxito. A ADRACES  veio para Penamacor para ficar e a Academia para continuar. Estamos a voltar à época em que as pessoas dão muito de si e do seu tempo a estes projetos” e concluiu com um desafio ao autarca penamacorense para que “continue apoiar a Academia porque está a fazer um bom trabalho para Penamacor”.

António Luís Beites Soares, presidente da Câmara Municipal de Penamacor, recordou o mérito deste projeto “como um contributo para o estímulo intelectual da população senior onde se fomenta as relações interpessoais, o aumento da estoestima e da autonomia pessoal e frisou que “se há projetos em Penamacor que nasceram bem e correm bem, este é um deles”.

Por seu lado, Luís Pereira, presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, presente na cerimónia de abertura do ano letivo da Academia Sénior de Vila Velha de Ródão, que teve lugar na Casa de Artes e Cultura do Tejo, no passado dia 7 de outubro, destacou a importância deste projeto e reafirmou o “apoio da Câmara colocando ao dispôr os seus recursos humanos e materiais porque entendemos tratar-se de um investimento na qualidade de vidas das pessoas. O trabalho que tem vindo a ser coordenado pela ADRACES traduz o sucesso da Academia Sénior enquanto espaço de elevada importância para as pessoas ocuparem não o tempo que lhes resta mas o tempo que lhes sobra”, concluiu o autarca.

Comentar