Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 21, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Capela do Convento na Sertã recebe hoje Café-concerto

Capela do Convento na Sertã recebe hoje Café-concerto
José Lagiosa

A Capela do Convento de Santo António, na Sertã, vai ser palco de um Café-concerto, hoje sábado, 5 de novembro, a partir das 17 horas.

Promovido conjuntamente pela Câmara Municipal da Sertã e pela Orquestra Clássica do Centro, este Café-concerto intitula-se “Interculturalidade”.

A Orquestra Clássica do Centro, designada inicialmente por Orquestra de Câmara de Coimbra, apresentou-se pela primeira vez, enquanto orquestra profissional em dezembro de 2001, com 25 elementos.

Atualmente é constituída por 32 elementos e do seu historial destacam-se os concertos no âmbito do projeto Mo(nu)mentos Musicais (2003) e o alargamento da sua atividade a municípios e distritos mais diferenciados.

Tem vindo a multiplicar a atuação de formações de câmara (trios, quartetos e quintetos, entre outras), disponibilizando um leque variado de programas/repertórios, em função das circunstâncias/local dos eventos.

A Orquestra Clássica do Centro (OCC), que comemora em 2016 o seu 15.º aniversário, tem tido a internacionalização como uma das suas prioridades, traduzindo-se na escolha do seu reportório, nas atividades de cooperação que promove, para além das atividades artísticas entendidas como instrumentos de inclusão social e desenvolvimento das pessoas e dos povos.

Com Cabo Verde, um dos mais singulares países da CPLP, a OCC tem protagonizado uma verdadeira diplomacia cultural.

O seu mais recente trabalho discográfico resulta da colaboração com o Ministério da Cultura de Cabo Verde.

“Viagens no imaginário da Morna” (Journeys through the imaginary world of Morna) –  é o título do CD inspirado em temas populares ou tradicionais como a morna ou o fado, sendo estes apresentados numa abordagem “erudita”.

O Café-Concerto tem como objetivo promover este trabalho discográfico e abordar o tema da interculturalidade.

Têm vindo a ser construídas pontes culturais com Cabo Verde que fazem sentir que “mais é o que nos une do que aquilo que nos separa”.

O espetáculo contará com convidados especiais, a projeção de um  documentário  que versa sobre as digressões a Cabo Verde e música interpretada por um grupo de Câmara da OCC.

Serão apresentadas obras pertencentes ao espólio universal de música clássica, incluindo obras de Vasco Martins transcritas para quarteto de cordas.

 

Comentar