Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 25, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Os “Desafios da Regulação no Setor Elétrico” vão ser debatidos em Coimbra

Os “Desafios da Regulação no Setor Elétrico” vão ser debatidos em Coimbra
José Lagiosa

Coimbra recebe, dias 14 e 15 de novembro,  o III Seminário Internacional “Desafios da Regulação no Setor Elétrico”.

A iniciativa é organizada pelo Gesel – Grupo de estudos do setor elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do instituto de investigação INESC Coimbra e da Iniciativa Energia para a Sustentabilidade da Universidade de Coimbra (UC), com o apoio da Ordem dos Engenheiros – Região Centro e da EDP.

Ao longo do seminário, que vai decorrer na sede da Ordem dos Engenheiros, na Rua Antero de Quental, vão ser debatidos “os desafios da regulação e da expansão do setor elétrico, os novos desenhos de mercado para a expansão da produção, os desafios da distribuição frente às inovações tecnológicas, a integração de mercados e papel do segmento de transmissão, a busca do equilíbrio financeiro no segmento da distribuição e os programas de pesquisa e desenvolvimento e de eficiência energética”, afirmam os responsáveis pela organização.

Entre as proveniências dos oradores e moderadores, contam-se instituições de ensino superior, instituições de investigação e empresas do setor elétrico (Grupo EDP, Grupo ENEVA, Grupo CEMIG, Energisa), bem como os reguladores do setor elétrico brasileiro e português.

Os temas serão tratados em modelo de debate aberto com a assistência, desencadeado por intervenções iniciais convidadas em cada tema.

Ainda de acordo com a organização, “dos debates resultará um conhecimento cruzado dos mais importantes desafios colocados à regulação do setor elétrico nos dois países, em particular face às inovações tecnológicas nos vários segmentos do setor e de novos desenhos de mercado bem como dos programas de promoção da eficiência energética”.

A presença de entidades com responsabilidades, competências e âmbitos de atuação tão diversificados, assim como o debate entre todos os profissionais e investigadores presentes, “deverão conduzir a um enriquecimento do conhecimento e da capacidade de intervenção no setor elétrico dos dois países, abrindo caminho a vias de cooperação num domínio tão importante para o desenvolvimento sustentável”.

A entrada é livre, mediante inscrição prévia para o endereço  eletrónico:  solange@centro.oep.pt

 

Comentar