Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 25, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Vitória de Setúbal nos oitavos da Taça, ao vencer em Castelo Branco

José Lagiosa

Benfica de Castelo Branco 0 – Vitória de Setúbal 2

Dois golos marcados na primeira parte, por Thiago Santana e André Claro, permitiram hoje ao Vitória de Setúbal vencer por 2-0 em Castelo Branco e seguir para os oitavos de final da Taça de Portugal em futebol.

Com o campo ainda em razoável estado

Com o relado ainda em razoável estado

O Benfica de Castelo Branco, do Campeonato de Portugal, entrou muito bem no jogo e, nos primeiros 10 minutos, encostou o conjunto da I Liga à sua área, mas só aos 17 conseguiu um remate com perigo, através de Adul, que colocou à prova o guardião sadino, Pedro Trigueira, que defendeu para canto.

Com um terreno extremamente pesado, devido à chuva que caiu ao longo de toda a tarde na cidade de Castelo Branco, os jogadores de ambas equipas lutaram muito no meio campo pela posse da bola.

Os sadinos, pragmáticos, adaptaram-se melhor às más condições do terreno e foram controlando as investidas, inconsequentes, da equipa albicastrense.

E, quando nada o fazia prever, numa jogada rápida de contra-ataque, aos 25 minutos, a equipa de Setúbal chegou ao golo, através de Thiago Santana.

A festa foi dos adeptos sadinos em grande número em Castelo Branco

A festa foi dos adeptos sadinos em grande número em Castelo Branco

Apenas dois minutos volvidos, aos 27, Patas Moreno fez uma falta dentro da área do Benfica de Castelo Branco e, na transformação do respetivo castigo máximo, André Claro aumentou a vantagem do conjunto sadino.

Na segunda parte, o Vitória de Setúbal entrou ao ataque, decidido a resolver, definitivamente, a partida nos primeiros minutos.

Contudo, com um terreno de jogo cada vez mais pesado, quase impraticável, o Benfica de Castelo Branco equilibrou os acontecimentos.

O jogo entrou então numa fase feia, com muita luta no meio campo pela posse da bola. Nos 10 minutos finais, a equipa de Castelo Branco ainda tentou chegar ao golo, criando algumas oportunidades.

Porém, a defesa sadina, sempre muito pragmática e consciente do estado em que se encontrava o relvado, não se coibiu de jogar prático e ir colocando a bola fora das quatro linhas.

 

Jogo no Estádio do Vale do Romeiro, em Castelo Branco

Ao intervalo: 0-2

Marcadores:

0-1, Thiago Santana, 25 minutos; 0-2, André Claro, 27 (grande penalidade).

 

Equipas:

– Benfica de Castelo Branco: Miguel Lázaro, André Cunha, Issouf, Adul, Tiago Fernandes (Gilson 62), Tomás, Ballack (Adriano 80), Patas Moreno, Edgar, João Ventura e Dani Matos.

(Suplentes: Ruben Alfaiate, Digas, Samuel, Adriano, Rúben Nogueira, Bruno Cardoso e Gilson).

Treinador: Ricardo António.

– Vitória de Setúbal: Pedro Trigueira, André Geraldes, Frederico Venâncio, Vasco Fernandes, Nuno Pinto, Mikel, Costinha (Meyong, 84), Ryan, Arnauld (Nenè Bonilha 68), André Claro e Thiago Santana (Vasco Costa 54).

(Suplentes: Varela, Fábio Cardoso, Nené Bonilha, Nuno Santos, Meyong, Vasco Costa e João Amaral).

Treinador: José Couceiro.

 

Árbitro: João Matos (Viana do Castelo).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tomás (44), Patas Moreno (72), Adul (85), Nené Bonilha (90+1) e Vasco Costa (90+3).

Assistência: Cerca de 1.800 espectadores

*Lusa

Comentar