Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

2 Comentários

Ex-vereadora eleita pelo PS Helena Mendonça é candidata do PSD em Proença-a-Nova

José Lagiosa

A ex-vereadora eleita pelo PS Helena Mendonça vai ser a candidata do PSD à Câmara de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, nas próximas eleições autárquicas de 2017, decisão tomada depois do convite da concelhia do PSD local.

“Pese embora o convite que me foi feito para integrar a lista do PS à Câmara Municipal nas próximas eleições autárquicas, entendi que era chegada a hora de encabeçar um projeto e cumprir um sonho que sempre alimentei: servir a causa pública em prol do meu concelho”, disse hoje à agência Lusa a candidata dos sociais-democratas.

A ex-vereadora que integrou o executivo socialista liderado pelo anterior presidente do município de Proença-a-Nova e atual coordenador-adjunto da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, João Paulo Catarino, explica que aquando da renúncia do ex-autarca não foi convidada para integrar e compor o atual executivo municipal.

“Entendi, ainda, aquando da renúncia ao mandato do anterior presidente da câmara municipal, João Paulo Catarino, que ao não ter sido convidada para integrar e compor o executivo municipal, composto desde sempre, por três elementos, de alguma forma me estava a ser retirada a confiança política”, sustentou.

Face a esta situação e com o convite que lhe foi endereçado pela Concelhia do PSD local para encabeçar a lista do social-democrata às próximas autárquicas de 2017, Helena Mendonça decidiu aceitar o desafio.

“Senti-me assim legitimada para procurar servir o meu concelho, integrada numa equipa que verdadeiramente acredita na minha capacidade e vontade de trabalhar com e para as pessoas”, disse.

A candidata sublinha que não é movida “por ódios ou vinganças” e adianta que acredita num novo projeto, onde se possa fazer mais e melhor, sobretudo ao nível da responsabilidade social, participação democrática dos cidadãos nos processos de decisão, transparência governativa, atração e fixação populacional e cooperação interempresarial.

“Não temos que dividir para reinar, temos de unir para poder multiplicar”, conclui a candidata do PSD.

*Lusa / Foto: arquivo

Comentários

  1. A Martins

    Nas eleições legislativas em Portugal temos de mudar o sistema que somente permite VOTAR EM PARTIDOS e não no DEPUTADO!

    O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa foi talvez o Primeiro Presidente a ser eleito INDEPENDENTE dos Partidos Politicos na Historia de Portugal… Por isso devíamos acabar com o monopólio dos Partidos no Parlamento.

    Vamos começar por pedir um referendo para poder mudar a constituição e poder votar em DEPUTADOS e não nos Partidos …nas Eleições legislativas.

    Deputados Independentes em qualquer democracia também teem direito a ser eleitos…em Eleições Legislativas só em Portugal é que não ?

    ACORDEM NOBRE POVO!
    …Os Partidos todos, no Parlamento, estão controlados por uma Seita Secreta….

    Que faz de todos os Partidos um só Partido…

    O Partido da SEITA????

    Quem afirma que o anti-partidarismo é uma demagogia, não passa de carneirada que só consegue agir sob a santíssima doutrina da disciplina partidária que tantas votações tem infectado na Assembleia da República.

    Negar a entrada do cidadão independente no exercício parlamentar é negar a própria essência da democracia, uma vez que o deputado é suposto ser um cidadão eleito pelo povo, para representar o povo, e não um indivíduo eleito por um partido que empurra para a frente quem melhor serve os seus propósitos.
    Limitar a eleição dos deputados feita pelos partidos significa a manutenção do ambiente controlado em que os Partidos se sustentam.

    Significa que o poder é algo somente acessível a elites altamente sofisticadas e seleccionadas….

    O comum mortal em Portugal perdeu o direito ao trono…Coisa que tanto a Democracia, prega igualdade para todos!

    Por favor, não misturem a rematadíssima estupidez dos eleitores com esta questão… numa verdadeira democracia temos que poder penalizar e responsabilizar o deputado/a, pelo voto do cidadão!

    Acordem Nobre Povo!!!

  2. A Martins

    O INTERIOR DE PORTUGAL CONTINUA A MORRER…POR CAUSA DUMA POLITICA DE PRAIA, IMPLANTADA EM PORTUGAL PELO P.S.D + C.D.S e P.S ….
    LEVAR TUDO PARA A BEIRA MAR???

    NOS ÚLTIMOS 40 ANOS ELES O P.S.D + C.D.S & P.S LEVARAM TODAS AS AUTOESTRADAS, INDUSTRIAS, OS POSTOS DE TRABALHO, HOSPITAIS, ESCOLAS E TRIBUNAIS PARA O LITORAL!!

    Portugal hoje, presentemente é o País mais centralista da Europa!

    Mais de 70% do dinheiro QREN vindo da C.E.E para desenvolver o interior de Portugal, Norte, Centro e Sul, nunca chegou ou chegará a sair de LISBOA.

    Lisboa come tudo, com o seu punhado de políticos corruptos, suas expos, suas fundações, seus museus, suas galerias de arte…e até exposições de fotos de CUS ( tudo pago com os nossos impostos).

    Lisboa come mais de 70% do produto Nacional bruto.

    Enquanto o interior de Portugal continua a morrer, do NORTE ao SUL de Portugal…Eles o P.S.D + C.D.S e P.S somente se mostram interessados no interior, durante as eleições, para cá vir buscar os nossos votos e as nossas matérias primas.

    BASTA….ISTO QUALQUER DIA VAI TER DE PARAR!
    ACORDEM…GENTE DA LINDA ZONA CENTRO…
    O PODER ESTÁ COM O POVO DE PORTUGAL???
    A CURA COMEÇA SEMPRE PELO INTERIOR!

    Nas próximas votamos sempre em INDEPENDENTES nas autarcas!

    Também queremos poder votar para Independentes nas Eleições Legislativas!

    Hoje em Portugal dá-nos razão de pensar que todos os Partidos Politicos estão controlados por uma Seita Secreta.

    Que faz desses Partidos todos, um só Partido…O Partido da Seita???

    Tirado da Zona Centro.

    Ajudem a partilhar!

Comentar