Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 2, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

“Ética e Vulnerabilidade Humana no Cuidar” é tema de seminário na EST do IPCB

José Lagiosa

O Auditório da Escola Superior de Tecnologia do IPCB, em Castelo Branco, recebe amanhã, o Seminário de outono/inverno da RedÉtica, cujo tema é: “Ética e Vulnerabilidade Humana no Cuidar”.

O seminário é organizado conjuntamente pela Comissão de Ética (CE) da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias [ESALD] do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), em parceria com a Rede Nacional de Comissões de Ética (RedÉtica) e as Comissões de Ética do Instituto Politécnico de Portalegre, da Universidade da Beira Interior e as Comissões de Ética para a Saúde das Unidades Locais de Saúde de Castelo Branco, Guarda e Norte Alentejano.

A iniciativa tem como objetivo salientar a procura de um espaço de reflexão sobre o cuidar e sobre a vulnerabilidade humana, a procura de um tempo e de uma reflexão para a ética assistencial, onde se identificam três áreas que merecem atenção: a adolescência, os cuidados paliativos e os cuidados continuados.

Trata-se de um momento único, quer pelos temas apresentados, quer pelos ilustres palestrantes, moderadores e comentadores que colaboram no seminário.

Do seminário, destacam-se duas conferências proferidas por duas das personalidades portuguesas que representam magnificamente a ética portuguesa e que muito têm contribuído, para o seu engrandecimento pelo seu cuidado trabalho académico e público, a Professora Doutora Maria do Céu Patrão Neves e a Professora Doutora Lucília Nunes.

Trata-se ainda de um momento único pelo facto de, pela primeira vez, um Seminário da RedÉtica reunir no mesmo evento as entidades governamentais da Saúde e da Educação, representadas pelo Secretário de Estado adjunto e da Saúde, Fernando Araújo e pela Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo.

Segundo a organização “espera-se que sejam lançados novos desafios, nomeadamente o anúncio de um novo estatuto para os membros das Comissões de Ética para a Saúde e o reconhecimento das Comissões de Ética Académicas, dois objetivos há muito ambicionados pelos membros das Comissões de Ética”.

A iniciativa é gratuita e aberta a toda a comunidade, com inscrição obrigatória.

Comentar