Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Abril 6, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Almaraz: MPT questiona Comissão sobre “incumprimento” do reforço de segurança

Almaraz: MPT questiona Comissão sobre “incumprimento” do reforço de segurança
José Lagiosa

O eurodeputado José Inácio Faria (MPT) questionou hoje a Comissão Europeia (CE) sobre o “incumprimento”, por parte de Espanha, dos prazos estabelecidos para o reforço da segurança da central nuclear de Almaraz.

No documento, a que a agência Lusa teve acesso, o eurodeputado português explica que os prazos estabelecidos para reforço dos mecanismos de segurança da central de Almaraz deviam estar concluídos em finais de 2016.

E, neste âmbito, quer saber “que justificação foi dada pelas autoridades espanholas à Comissão sobre este atraso que tem naturalmente impactos significativos na segurança daquela central já obsoleta e com prazo de funcionamento objeto de extensão temporal”.

José Inácio Faria questiona ainda se as autoridades espanholas foram alertadas pela Comissão acerca da necessidade de ser dado cumprimento às obrigações legais da União Europeia relativamente ao armazém temporário individualizado (ATI), um projeto que diz ter “óbvios e graves impactos ambientais transfronteiriços em Portugal”.

A funcionar desde o início da década de 1980, a central está situada junto ao Tejo e faz fronteira com os distritos portugueses de Castelo Branco e Portalegre, sendo Vila Velha de Ródão a primeira povoação portuguesa banhada pelo Tejo depois de o rio entrar em Portugal.

O eurodeputado do MPT adianta que estes alertas “ganham especial relevo” no momento em que o Conselho de Segurança Nuclear (CSN) espanhol delibera sobre o pedido de renovação do funcionamento da central nuclear de Santa Maria de Garoña (Burgos) até 2031, quando atinge os 60 anos de idade.

*Lusa

Comentar