Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Junho 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Armindo Jacinto apresenta candidatura de aposta na consolidação “da nova Idanha”

Armindo Jacinto apresenta candidatura de aposta na consolidação “da nova Idanha”
José Lagiosa

Armindo Jacinto apresentou publicamente na última sexta-feira, a sua recandidatura à Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, num jantar onde reuniu perto de 1250 pessoas, entre amigos e apoiantes.

Aspeto parcial da sala

Sob a bandeira de uma “Idanha Solidária”, o autarca e candidato, explicou o projeto que iniciou há quatro anos e que pretende, agora, continuar e consolidar por outros quatro.

Numa altura em que as autarquias vão passar a ter outras e maiores competências, Armindo Jacinto faz um balanço das políticas positivas que começam a dar frutos, sendo agora tempo de “continuar o investimento na criação de condições de qualidade de vida para todos os idanhenses” e “apostar na atração de negócios e de pessoas de modo a contrariar o ciclo de diminuição e envelhecimento da população”.

Hortense Martins

Aposta nos jovens e nas famílias para dar massa crítica ao território é um dos pilares da estratégia do autarca que salienta ser esta “uma nova Idanha”, onde o programa “Recomeçar” se tornou muito importante.

Um programa que até ao momento está a apoiar mais de 820 pessoas, e tem contribuído para o crescimento de Idanha,

“Os dados estatísticos que em breve serão divulgados mostram que Idanha cresceu 50% na criação de novas empresas [de 2014 a 2016] a taxa de desemprego baixou dos dois dígitos, crescemos 70% na procura de negócios, esta é a nova Idanha” afirmou Armindo Jacinto.

Foi uma intervenção pujante, convicta, perspetivando um futuro risonho e promissor para o território, para “uma nova Idanha”.

Joaquim Morão

O comendador Joaquim Morão, mandatário da candidatura e que foi, autarca em Idanha-a-Nova e em Castelo Branco, reconheceu que “já tinha saudades de participar num acontecimento desta dimensão”.

“A Idanha tem diminuído de população, mas isso não importa, todos nós sabemos o que queremos e a Idanha tem futuro porque tem, à frente dela, quem sabe ver o futuro”, concluiu Joaquim Morão.

Eduardo Cabrita, dirigente do Partido Socialista, presente igualmente no jantar de apresentação, considerou Armindo Jacinto com “um dos grandes símbolos do poder local”.

“O Armindo Jacinto, no seu trabalho como autarca tem estado ao nível dos melhores compromissos do Partido Socialista”, afirmou Eduardo Cabrita, para logo de seguida afirmar que “o que se faz aqui em Idanha, prova que o Interior tem futuro”, para recordar a aposta que o governo tem feito no interior e na descentralização.

Eduardo Cabrita

Já a presidente da Federação de Castelo Branco do PS e deputada Hortense Martins, relembrou o reconhecimento que hoje Idanha-a-Nova tem no país e também além fronteira, apontando como exemplo o sucesso que foi a participação de Portugal, através do trabalho exemplar de Idanha, no Mercado de Estrasburgo.

Destacou ainda o trabalho feito, no plano interno, para os idanhenses residentes no concelho, “esta é de facto uma Idanha solidária, com os seus jovens, com os idosos, com as freguesias. Um concelho solidário também nas grandes lutas pela região, na articulação entre autarquias e governo nas lutas pelo IC31,Tejo Internacional, descida das portagens, entre muitas outras” afirmou Hortense Martins.

Refira-se que dos muitos apoiantes e amigos presentes constou uma lista de presidentes de autarquias do distrito, Luís Correia, de Castelo Branco, António Beites de Penamacor, Luís Pereira de Vila Velha de Ródão, João Lobo de Proença-a-Nova e Vítor Pereira da Covilhã, a par de António Manuel Rodrigues, vereador de Belmonte, Paulo Catarino, coordenador Adjunto da Unidade de Missão para a Valorização do Interior e ainda o actual secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, mostrando a sua solidariedade e apoio à recandidatura de Armindo Jacinto.

 

 

 

 

Comentar