Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

CDS acusa socialistas do despovoamento de Castelo Branco

CDS acusa socialistas do despovoamento de Castelo Branco
José Lagiosa

O candidato do CDS-PP à Câmara Municipal de Castelo Branco, José Pedro Sousa acusou, hoje 27 de março, o Partido Socialista de ser o principal responsável do despovoamento, da desertificação e da descapitalização do concelho.

O candidato centrista falava numa conferência de imprensa convocada, para abordar a questão da diminuição de eleitores em Castelo Branco, nos cadernos eleitorais.

No enquadramento que fez da questão, José Pedro Sousa não se ficou somente por Castelo Branco e refere que o problema é comum no eixo que vai da cidade albicastrense até à Covilhã, passando igualmente pelo Fundão.

“Confundiu-se o desenvolvimento, o progresso, a modernidade com a política do novo riquismo”, acusa José Pedro Sousa.

O candidato referia-se concretamente à “aprovação e o licenciamento de milhares e milhares de metros quadrados de grandes superfícies comerciais, perfeitamente desajustada à realidade económica e social do concelho e do distrito de Castelo Branco”.

José Pedro Sousa chamou a atenção, ainda, para um estudo de 2007 da Universidade Católica que conclui que ”por cada posto de trabalho criado numa grande superfície comercial, normalmente de trabalho precário, são quatro, os postos de trabalho que se extinguem no comércio tradicional e na indústria local”.

Finalmente o candidato afirma que “as ideias, a criatividade e a cultura são essenciais para o desenvolvimento económico”, para concluir que é necessário “recriar Castelo Branco e desenvolver uma estratégia que vise criar um ambiente propício ao investimento, à criação de novas empresas e à implementação de novas ideias”.

 

 

Comentar