Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Julho 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Eurodeputado Carlos Zorrinho propõe plano para encerramento de centrais nucleares

Eurodeputado Carlos Zorrinho propõe plano para encerramento de centrais nucleares
José Lagiosa

O eurodeputado Carlos Zorrinho propôs hoje na Comissão Europeia (CE) a criação de um plano de contingência para o encerramento e desmantelamento de centrais nucleares em fim de vida, nas quais se inclui a central espanhola de Almaraz.

No documento a que a agência Lusa teve acesso, o eurodeputado português sublinha que a central nuclear de Almaraz, em Espanha, situada a 100 quilómetros da fronteira portuguesa e refrigerada pelas águas do rio Tejo que desagua em Lisboa, coloca simultaneamente “desafios de segurança, de gestão de resíduos, de planeamento do seu encerramento e subsequente desmantelamento”.

Carlos Zorrinho adianta que a central de Almaraz “é um exemplo que demonstra bem a necessidade do plano de contingência”, sugerido hoje em sede de Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar (ENVI), com o comissário com Karmenu Vella, responsável pelo portefólio do Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas.

“Para quando a elaboração, pela União Europeia (UE), de um Plano Europeu de Contingência para lidar com as centrais nucleares encerradas ou em fim de vida?”, questionou.

O eurodeputado sublinhou que o Plano Indicativo Nuclear publicado em abril de 2016 pela Comissão Europeia “sinaliza a existência no Território da UE, de 88 centrais nucleares paradas, mas ainda não desmanteladas”.

Lembrou ainda que esse documento da Comissão assinala que mais de metade das 121 centrais em funcionamento já estão a funcionar para além do período recomendado como vida útil, situação que “cria desafios ambientais e de segurança muito importantes” e que “justificam a elaboração de um plano de contingência”.

*Lusa

Comentar