Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Municípios da Cova da Beira com três milhões para projetos de cooperação

Municípios da Cova da Beira com três milhões para projetos de cooperação
José Lagiosa

A Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB) anunciou hoje que irá desenvolver em cooperação com a província de Salamanca (Espanha) dois novos projetos transfronteiriços, que implicam um investimento global superior a três milhões de euros.

Em nota de imprensa hoje enviada à agência Lusa, a AMCB explica que dois projetos foram aprovados no âmbito da iniciativa comunitária INTERREG e que a sua execução contribuirá para o desenvolvimento das regiões abrangidas nos dois países.

Um dos projetos é o “BIN SAL Empreende – Uma Raia Empreendedora”, que tem um valor de 1,49 milhões de euros, e que visa a promoção do empreendedorismo entre os jovens.

“Apoiar as empresas raianas de pequena dimensão em áreas estratégicas, promover o encontro e o intercâmbio entre os agentes económicos e empreendedores, e melhorar o acesso dos empreendedores ao financiamento e sistemas públicos de assessoria e informação”, são alguns dos objetivos inscritos neste projeto.

Segundo a nota de imprensa, o “BIN Sal Empreende” também deverá contribuir para promover ações de integração sociolaboral de pessoas desfavorecidas e com deficiência, bem como a realização de projetos-piloto de intervenção no âmbito de novas formas de emprego; além de medidas de promoção da competitividade territorial.

Já o projeto “Biofronteira – Luta e prevenção de Incêndios” tem uma dotação financeira de 1,8 milhões de euros e pretende estabelecer medidas de vigilância, prevenção e luta contra os incêndios originados na primeira e segunda linha da zona raiana.

Entre as medidas, está prevista a implementação de um sistema transfronteiriço de videovigilância em seis municípios da região para proteger infraestruturas públicas, áreas recreativas e perímetros urbanos próximos das áreas florestais.

Este projeto contempla ainda medidas de proteção, vigilância e intervenção rápida nos focos de incêndios e a ampliação e consolidação dos meios de abastecimento de veículos e equipamentos de proteção civil.

“Estas medidas irão permitir uma redução da superfície queimada em zonas sensíveis, como são o caso das zonas raianas”, é referido.

Citado na nota de imprensa, o presidente da AMCB, José Manuel Biscaia, salienta que as áreas de intervenção destes projetos – o ambiente e o empreendedorismo – “têm sido algumas das fortes apostas da AMCB”.

José Manuel Biscaia, que também é presidente da Câmara Municipal de Manteigas, distrito da Guarda, refere ainda que a AMCB “quer continuar a apostar na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos dos concelhos, seus associados”.

A AMCB, com sede em Belmonte, abrange os municípios de Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Manteigas, Meda, Pinhel, Sabugal e Trancoso, no distrito da Guarda, e ainda os municípios de Belmonte, Covilhã, Fundão e Penamacor, no distrito de Castelo Branco.

*Lusa

Comentar