Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Novembro 17, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Secretário de Estado pede a agentes desportivos que tenham discurso responsável

Secretário de Estado pede a agentes desportivos que tenham discurso responsável
José Lagiosa

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto apelou hoje “ao bom senso” e diz que os agentes desportivos devem ter um discurso responsável, para que as palavras não tenham um impacto negativo nos recintos desportivos.

“Se tivermos dirigentes com um discurso que não seja de apelo ao desporto pelos valores, e que façam outro tipo de intervenções, naturalmente que essas intervenções têm influência”, considerou João Paulo Rebelo, quando questionado sobre os possíveis reflexos dentro do estádio causados pelo ambiente tenso vivido entre os clubes antes do jogo de sábado entre o Benfica e o FC Porto.

No concelho da Covilhã, por onde passou no âmbito do roteiro a associações juvenis do distrito de Castelo Branco, o governante censurou e repudiou o “conjunto de fenómenos” associados ao futebol, que salienta não agradarem a quem gosta de desporto.

João Paulo Rebelo sublinha que a circunstância de a liderança do campeonato estar em disputa “acrescenta um bocadinho de pressão”, mas frisa que tanto dirigentes como treinadores e atletas têm de “contribuir para um clima de serenidade”.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto pede “um discurso responsável”, que tenha em conta o cargo que se desempenha.

“Os valores do desporto não são compatíveis com a violência verbal, física e com comportamentos que só podemos condenar”, vinca o governante.

O jogo entre Benfica, primeiro classificado com 64 pontos, e FC Porto, segundo a um ponto do líder, da 27.ª jornada da I Liga, disputa-se no sábado, às 20:30, no Estádio da Luz, com arbitragem de Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco.

*Lusa

 

Comentar