Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Julho 27, 2017

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

CCR ‘ao rubro’ na Gala do Centenário do Idanhense

CCR ‘ao rubro’ na Gala do Centenário do Idanhense
José Lagiosa

O Club União Idanhense (CUI) assinalou 100 anos de existência com uma grande Gala no dia 17 de abril.

No Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, reuniram-se sócios, atletas e dirigentes, colaboradores e amigos da coletividade para comemorar o seu centenário.

Numa noite plena de celebração, histórias e memórias, foi anunciada a remodelação da sede do CUI, um projeto da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, que irá dotar esta coletividade com um espaço que oferece toda dignidade.

Coube ao presidente do Idanhense, João Almeida, as primeiras palavras, perante um auditório completamente cheio. “É com muito orgulho que esta direção representa hoje este clube grandioso, não só pela sua longevidade mas por tudo aquilo que ele representa para os seus associados e simpatizantes. Uma casa que sempre esteve ao dispor da cultura, do desporto e do associativismo. Tem sido muito gratificante trabalhar para que o clube volte a ter a dignidade de outros tempos”, declarou o responsável, satisfeito, reconhecendo que o apoio da Câmara é fundamental para a atividade do CUI.

A Gala do Centenário do Idanhense prosseguiu com a distinção de entidades locais, pelo apoio à coletividade, entre as quais a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

O presidente da autarquia idanhense, Armindo Jacinto, salientou que “o nosso concelho é herdeiro de uma história rica e antiga, que é também a história das nossas instituições e das nossas gentes”, felicitando o Club União Idanhense pelo seu século de existência e, no seu bom exemplo, todas as associações do concelho.

A União de Freguesias de Idanha-a-Nova e Alcafozes, na pessoa do seu presidente, Vitor Mascarenhas, o pároco de Idanha-a-Nova, Padre Adelino Lourenço, e o mais antigo sócio do Idanhese, Manuel de Jesus Coutinho, com 77 anos de associado e 95 de idade, foram outras das individualidades distinguidas.

Antes, foram chamados ao palco os representantes das associações de Futebol e de Atletismo de Castelo Branco, que deixaram mensagens de regozijo pelo centenário do Idanhense e pela vitalidade que apresenta a coletividade.

Na Gala, conduzida pelos apresentadores João Porto, Ana Bogalheiro e Elisa Bogalheiro, procedeu-se depois à entrega de lembranças aos atletas da secção de Atletismo do CUI, à equipa de futebol sénior e aos membros da recém-criada secção de Defesa Pessoal – Modalidade de Ju Jitsu.

O Club União Idanhense homenageou ainda antigos dirigentes e colaboradores, patrocinadores, sócios com mais de 50 anos de associado e todas as juntas de freguesia do concelho de Idanha-a-Nova, pelo seu apoio à coletividade.

A noite foi também pontuada por momentos de colaboração com outras instituições de Idanha-a-Nova.

Na memória ficam os divertidos momentos proporcionados pela Ajidanha, o filme documental produzido pela mesma associação, com testemunhos de individualidades ligadas à história do Idanhense, e os momentos musicais da Filarmónica Idanhense, das Adufeiras de Idanha-a-Nova e da União Portuguesa.

*Lusa

Comentar

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.