Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Maio 29, 2017

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Efemérides – 21 de abril

Efemérides – 21 de abril
José Lagiosa

Principais acontecimentos registados no dia 21 de abril:

753 a.C.- Fundação de Roma por Rómulo, segundo a tradição.

1500 – A armada de Pedro Álvares Cabral avista terras de Vera Cruz.

1509 – Henrique VIII sobe ao trono de Inglaterra.

1870 – O presidente dos EUA Ulysses Grant decide a favor de Portugal, contra a Inglaterra, sobre a soberania da Ilha de Bolama.

1910 – Morre Samuel Langhorne Clemens, Mark Twain, autor de “As Aventuras de Tom Sawyer”.

1914 – Apresentação parlamentar do projeto de Lei que prevê o estabelecimento da indústria siderúrgica em Portugal.

1915 – É fundado o Theatro Circo, em Braga.

1929 – Bento Gonçalves é eleito secretário-geral do PCP, em conferência do partido realizada na clandestinidade.

1954 – Um batalhão francês é enviado para a Indochina para defender a base de Dien Bien Phu.

1956 – O Egito, a Arábia Saudita e o Iémen assinam a aliança militar, em Jedda.

1960 – É inaugurada a cidade de Brasília, nova capital do Brasil, projeto do arquiteto Óscar Niemeyer.

1961 – É inaugurada a Siderurgia Nacional, que consumirá os minérios de ferro de Moncorvo, Orada e Cercal. Virá a assimilar ainda a guza produzida pelos Altos Fornos de Canas de Senhorim.

1967 – Golpe de Estado na Grécia. Militares tomam o controlo do país.

1974 – Sob a coordenação de Vítor Alves, é concluída a versão final do Programa do Movimento das Forças Armadas.

1975 – Criação do órgão do Provedor de Justiça, pelo Decreto-Lei n.º 212/75, de 21 de abril.

1979 – O partido do Bispo Abel Muzorewa vence as eleições no Zimbabué, conquistando o domínio do primeiro Parlamento de maioria negra.

1985 – Morre o presidente eleito do Brasil Tancredo Neves, dois dias antes de tomar posse.

1987 – Começa, em Lisboa, o julgamento do chamado Caso Dopa, sobre crimes de burla e tráfico de divisas.

1988 – A Policia Judiciária encontra o corpo de Evo Fernandes, antigo secretário-geral da Renamo.

1989 – Decorre, em Lisboa, a primeira manifestação de agentes da PSP, que termina em confrontos com o Corpo de Intervenção da própria Polícia.

– A Nintendo lança a consola portátil Game Boy, desencadeando uma série de edições que banalizam os videojogos em suportes portáteis.

1993 – Maria Ondina Braga ganha o Prémio Eça de Queiroz com o romance “Nocturno em Macau”.

1996 – João Proença é eleito secretário-geral da UGT, sucedendo a Torres Couto.

2000 – A Duma, câmara baixa do parlamento russo, ratifica o Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares.

2002 – O gaulista Jacques Chirac e o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen passam à segunda volta das eleições Presidenciais francesas.

2003 – Morre a pianista, compositora e cantora de jazz norte-americana Nina Simone, 70 anos.

2004 – É assinado o contrato de aquisição de dois submarinos para a Marinha Portuguesa no valor de 800 milhões de euros.

2005 – O Congresso espanhol aprova a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

– Estreia em Portugal de “Berenice”, de Jean Racine, no Teatro Nacional de D. Maria II, em Lisboa.

2006 – Apresentação da Rede de Cuidados Continuados de Saúde.

2007 – Paulo Portas vence as eleições diretas para a presidência do CDS-PP, com 74,6 por cento dos votos.

– O Tribunal de Recurso de Timor-Leste ratifica os resultados da primeira volta das eleições presidenciais que confirmam Francisco Guterres “Lu Olo” e José Ramos Horta como os candidatos à segunda volta, marcada para 09 de maio.

– Morre Fu Tieshan, 75 anos, principal bispo chinês, nomeado pelo Partido Comunista da China sem o acordo do Vaticano.

2008 – Morgan Tsvangirai, chefe da oposição zimbabueana, encontra-se, em Accra, com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e pede uma intervenção da ONU e da União Africana (UA) na crise política no Zimbabué.

– A atriz Adelina Campos, considerada uma das mais antigas do teatro e cinema portugueses, morre em Lisboa com 103 anos.

2009 – Conferência da ONU, em Genebra, Durban II, aprova, por aclamação, a declaração final sobre o racismo.

2010 – Morre o espanhol Juan António Samaranch, que liderou o Comité Olímpico Internacional (COI) entre 1980 a 2001, em Barcelona, aos 89 anos.

– Morre o jornalista e repórter Fernando Laidley, aos 93 anos, vítima de doença prolongada. Laidley ficou conhecido por ter sido o primeiro português a dar a volta a África de automóvel.

2011 – O músico Zé Leonel, um dos fundadores dos Xutos & Pontapés e dos Ex-Votos, morre aos 50 anos vítima de cancro no fígado.

2012 – Morre António Lopes dos Santos, um dos fundadores do Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica, aos 75 anos.

2013 – Carlos Silva é eleito secretário-geral da UGT.

2014 – Morre Win Tin, figura proeminente da luta pela democracia da Birmânia, aos 84 anos.

– Morre Carlos Calvet, artista plástico, aos 86 anos.

2015 – O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) confirma que 800 imigrantes morreram no naufrágio de uma traineira, ocorrido dois dias antes, no mar Mediterrâneo, depois de falar com os sobreviventes do desastre.

– O antigo presidente islamita egípcio Mohamed Morsi, destituído pelo exército em 2013, é condenado, no Cairo, a 20 anos de prisão por estar implicado na detenção e tortura de manifestantes durante o mandato.

=================.

Este é o centésimo décimo primeiro dia do ano. Faltam 254 dias para o termo de 2017.

Pensamento do dia: “A história da humanidade está a tornar-se, cada vez mais, numa corrida entre a aquisição de conhecimentos e a catástrofe”. HG Wells (1866-1946), escritor e historiador britânico.

*Lusa

 

 

Comentar

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.