Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 27, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Juventude em primeiro plano no próximo triénio da Conferência Episcopal Portuguesa

Juventude em primeiro plano no próximo triénio da Conferência Episcopal Portuguesa
José Lagiosa

O cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, hoje reeleito presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), afirmou que a juventude vai estar em primeiro plano no próximo triénio deste organismo.

“Para o próximo triénio, o que está na agenda diretamente é a juventude. Teremos um Sínodo dos Bispos, já estamos também a preparar a nível local e que depois terá a sua fase romana e depois, também, haverá indicações sobre a juventude”, afirmou Manuel Clemente.

O cardeal-patriarca falava aos jornalistas em Fátima, distrito de Santarém, onde decorre a assembleia plenária da CEP até quinta-feira.

“Se nós alinhamos com as próprias prioridades da Igreja no seu conjunto – como queremos certamente cooperar – agora a juventude está no primeiro plano”, adiantou o presidente da CEP.

Na reunião magna do episcopado português, que iniciou na segunda-feira, entre outros temas, está a apresentação e reflexão sobre um documento de trabalho para a XV assembleia geral ordinária do Sínodo dos Bispos.

A XV assembleia geral ordinária do Sínodo dos Bispos, sob o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, está prevista para outubro de 2018.

Manuel Clemente referiu que nos últimos anos a Igreja Católica esteve “muito em torno da família e do incremento desta visão cristã da família”.

“Sabemos que estamos numa sociedade plural e nem toda a gente pensa como nós na tradição cristã acerca do que é a família e do que é o matrimónio”, acrescentou, recordando o Sínodo dos Bispos sobre esta temática.

Sobre o que gostaria que fosse o próximo mandato, Manuel Clemente respondeu: “A continuação destes”.

“Já estou na conferência vai para 18 anos e é muito bom trabalhar aqui com os meus colegas bispos”, declarou, explicando que a CEP é, sobretudo, “uma instância de partilha, de cooperação, de intercâmbio, de iniciativas”.

Além de Manuel Clemente, hoje foram ainda reeleitos o bispo da Diocese de Leiria-Fátima, António Marto, para a vice-presidência, e o padre Manuel Barbosa como secretário da CEP.

A assembleia plenária aprovou ainda a continuidade dos bispos de Viana do Castelo, Anacleto Gonçalves de Oliveira, e de Coimbra, Virgílio Antunes, como vogais do Conselho Permanente da CEP.

Passam também a fazer parte deste órgão da CEP os bispos José Ornelas (Diocese de Setúbal), Antonino Dias (Portalegre-Castelo Branco) e José Cordeiro (Bragança-Miranda).

*Lusa

Comentar