Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Março 30, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Papa: Operação de segurança decorre com” total normalidade”, sem incidentes – Governo

Papa: Operação de segurança decorre com” total normalidade”, sem incidentes – Governo
José Lagiosa

A operação de segurança em torno da visita do papa Francisco a Fátima decorre com “total normalidade”, de acordo com o balanço feito hoje pelo Governo, que mantém o grau de ameaça para o território nacional no nível ‘moderado’.

“Neste momento registamos que tudo, em todas as vertentes, está a decorrer conforme o planeado. Nas últimas 24 horas não houve incidentes a registar e as ações decorrem com total normalidade num quadro de total colaboração, articulação e coordenação entre todas as entidades envolvidas. Todos os mecanismos de cooperação interna e internacional estão a funcionar na sua plenitude”, disse aos jornalistas a secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda.

Em conferência de imprensa para fazer um ponto de situação relativamente à operação de segurança, nomeadamente no que diz respeito à atividade decorrida ao longo do dia de quarta-feira, Helena Fazenda sublinhou que “não foi identificado qualquer elemento que determine a alteração do grau de ameaça estabelecido para o território nacional”.

“Em síntese, escolhemos duas palavras que caracterizam este momento: normalidade e tranquilidade. A normalidade, porque tudo está a correr como previsto. Serenidade, porque temos confiança no que está preparado e que estamos preparados para todos os cenários”, disse.

De acordo com os números apresentados hoje, na quarta-feira foi necessário prestar assistência médica a 57 peregrinos, havendo ainda registo de cinco emergências pré-hospitalares e três transportes para hospitais.

Das 51.731 pessoas fiscalizadas nas fronteiras 29 viram recusada a entrada em território nacional por questões documentais.

As ações de fiscalização levaram ainda à detenção de 13 pessoas, entre as quais, quatro por posse de arma branca, duas por branqueamento de capitais e uma por permanência ilegal em território nacional.

Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em todas as fronteiras existem pontos de passagem autorizados, mas, no caso das terrestres, foram definidos nove pontos de passagem autorizados.

Estes pontos são Valença-Viana do Castelo, Vila Verde da Raia-Chaves, Quintanilha-Bragança, Vilar Formoso-Guarda, Termas de Monfortinho-Castelo Branco, Marvão-Portalegre, Caia-Elvas, Vila Verde de Ficalho-Beja e Vila Real de Santo António.

Durante o período de reposição de fronteiras, todos os cidadãos, independentemente da nacionalidade, que se desloquem para dentro ou fora de Portugal através de aeroportos, aeródromos, portos, marinas ou via terrestre, seja rodoviária ou ferroviária, devem ser portadores de documento de viagem válido, nomeadamente cartão do cidadão ou passaporte, na passagem pelo controlo documental realizado pelo SEF.

O papa Francisco visita Fátima, na sexta-feira e no sábado, para canonizar os pastorinhos Francisco e Jacinta, no centenário dos acontecimentos de Fátima.

Os dois beatos são os mais jovens santos não-mártires. A cerimónia, a primeira realizada em Portugal, vai decorrer em Língua Portuguesa.

O papa tem encontros previstos com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, logo à chegada, e com o primeiro-ministro, António Costa, no sábado.

*Lusa

Comentar