Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Grande Prémio ABIMOTA vai para a estrada quinta-feira com saída de Proença-a-Nova

Grande Prémio ABIMOTA vai para a estrada quinta-feira com saída de Proença-a-Nova
José Lagiosa

A dois dias do arranque do 38.º Grande Prémio ABIMOTA, uma das competições de ciclismo com maior tradição e prestígio no calendário português, Proença-a-Nova está já a postos para receber a etapa inaugural, esta quinta-feira, 15 de Junho, dia de feriado nacional.

O pelotão ciclista, composto por 15 equipas, vai pedalar ao longo de quatro dias, para percorrer quase 650 km divididos por quatro etapas.

A cidade de Águeda mantém a tradição e recebe a consagração dos vendedores no domingo, dia 18 de Junho, a partir das 17 horas.

De Proença-a-Nova (Parque Urbano), de onde o pelotão vai sair às 13 horas em ponto para pedalar 147,5 km, os ciclistas seguem até ao Castelo de Belmonte, onde a chegada se prevê para as 16.30 horas.

A Meta Volante acontece aos 8,2 km em Sobreira Formosa, Meta Bolinhas aos 48,5 km em Castelo Branco e Meta Autarquias aos 120,8 km, em Caria.

As duas Metas Montanha de 3.ª Categoria são no Alto de Alpedrinha, na Serra da Gardunha, aos 84,3 km e na Meta, em Belmonte, Aldeia Histórica da Cova da Beira.

Sexta-feira, 16, é dia da segunda etapa ir para a estrada, às 12.30 horas, com saída de Penamacor (EN 233) até ao Sabugal, num total de 144,5 km que serão concluídos pelas 16 horas, no Largo da Fonte, onde toda uma cidade vai receber em festa o pelotão nacional.

Durante o percurso, Penamacor, aos 26,3 km, recebe nova passagem para a Meta Autarquias.

A caravana ciclista segue viagem até à Meta Volante, aos 50,7 km no Casteleiro (Sabugal) e a Meta Montanha de 3.ª surge aos 73,7 km, na Aldeia Histórica de Sortelha.

A Aldeia do Soito (Sabugal) é brindada com a Meta Bolinhas, aos 119,5 km e mais à frente vem a Meta, para fechar mais um dia de prova, que se adivinha com temperaturas muito elevadas e que não vão facilitar a vida aos corredores.

O terceiro dia de prova vai ser sábado, 17 de Junho, com o tiro da partida a ecoar às 12 horas na vila fortificada de Almeida (Praça 25 de Abril, junto à Porta de S. Francisco).

A chegada está prevista para as 16 horas, 171,2 km depois, em Manteigas (EN 232, junto ao Posto de Turismo).

Até lá, o pelotão tem pela frente a Meta Autarquias, aos 19,75 km na Aldeia Histórica de Almeida e a primeira Meta Montanha, numa outra Aldeia Histórica, a de Castelo Mendo, aos 61,75 km.

Com 110 km de estrada surge a Meta Bolinhas, em Vale da Estrela e em Orjais, aos 136,55 km é a Meta Volante desta etapa.

A segunda contagem de Montanha de 3.ª Categoria acontece aos 148,55 km e finalmente chega a Meta, em pleno coração da Serra da Estrela.

A tão esperada etapa da consagração será no domingo, dia 18, com partida da caravana às 13 horas, em frente à Câmara Municipal de Gouveia.

Este é o mais longo dos percursos, totalizando 176,4 km até Águeda.

Ainda por terras de Gouveia, aos 30,1 km surge a Meta Autarquias, seguindo-se Vila Nova de Tazem, 44 km depois, para a Meta Bolinhas.

Na Catraia de S. Paio é assinalada a Meta Volante (73,2 km) e a Meta Montanha de 3.ª em Espinheira (Penacova), aos 132,8 km.

A Mealhada tem nova Meta Volante (153,5 km) e a pouco mais de 20 km termina o 38º Grande Prémio ABIMOTA, com o corte da Meta na Avenida 25 de Abril, junto aos Bombeiros Voluntários de Águeda, às 17.15 horas, para aclamar o vencedor da edição de 2017.

Para quem se deslocar à Capital Nacional das Duas Rodas para aplaudir os vários vencedores das oito camisolas em disputa, a organização sugere chegar mais cedo, às 15 horas, para assistir ao início da 5.ª prova da Taça de Portugal de Paraciclismo, corrida para ciclistas com deficiência, que vai ter lugar também em Águeda.

Comentar