Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Dezembro 12, 2017

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Grande Partida da Volta a Portugal em Lisboa

Grande Partida da Volta a Portugal em Lisboa
José Lagiosa

Os Cinco continentes cabem na Volta a Portugal. 24 Nacionalidades presentes na Grande Partida em Lisboa

Começa esta sexta-feira, 4 de agosto, o grande festival do verão, a Volta a Portugal em Bicicleta, que durante duas semanas vai animar as estradas portuguesas num inimitável e extenso evento social que atravessa gerações e percorre várias regiões do país.

Será um contrarrelógio individual curto, não chega aoscinco quilómetros e meio com partida e chegada à Praça do Império, em Lisboa, que fará o Prólogo desta edição ajudando, desde logo, a definir o título de “Rei da Volta 2017”, Camisola Amarela Santander Totta.

O percurso está delineado na zona nobre e ribeirinha da Capital.

O francês Kevin Lebreton (Armée de Terre) será o primeiro a desfilar quando passarem seis minutos das 15 horas.

O vencedor da Volta do ano passado, Rui Vinhas (W52-FC Porto), será o último a entrar em competição às 17h25.

140 homens integram o pelotão da 79ª Volta a Portugal Santander Totta onde estão representadas 24 nacionalidades com os portugueses, naturalmente, mais destacados no top dos países onde lideram os latinos. Entre as 18 equipas participantes há 33 portugueses, 22 espanhóis e 13 italianos.

Entre as formações mais multiculturais destacam-se as equipas Israel Cycling Team e Kuwait – Cartucho.es com seis nacionalidades representadas em cada conjunto.

A equipa de Israel, apenas com dois corredores nacionais, tem elementos com origens tão distintas como Espanha, Austrália, Letónia, Canadá, e Nova Zelândia. A formação do Kuwait sem qualquer representante do país árabe tem corredores de Itália, Espanha, Alemanha, Eritreia e Marrocos.

É o mundo que está na Volta com os cinco continentes representados.

A apresentação das equipas decorreu esta quinta-feira numa emissão da RTP, a Televisão Oficial da Volta, transmitida em direto da Praça do Império junto ao Mosteiro dos Jerónimos onde esta sexta-feira começa a prova.

9ª etapa tem alteração de percurso

A penúltima etapa que vai começar na Lousã e terminar na Guarda vai sofrer uma alteração entre os quilómetros 32,3 e 51,5.

Apesar das mudanças a quilometragem não será alterada mas será suprimida a subida após a ponte sobre o rio Alva e consequentemente o Prémio de Montanha de 4ª categoria, em Mouronho, introduzindo-se a passagem por Côja e Barril de Alva.

Comentar